Mazda encerra Ano Fiscal com estabilidade de vendas na Europa

264.000 unidades vendidas no Continente Europeu

A Mazda Motor Corporation anunciou hoje os seus resultados financeiros e de vendas para a totalidade do Ano Fiscal anterior, período de 12 meses compreendido entre 1 de Abril de 2019 e 31 de Março de 2020. 

autonews.pt @ 18-5-2020 13:52:44

Tendo registado um volume de vendas a nível global de 1.419.000 veículos, durante um período em que, na sua recta final e afetando a maioria das regiões, a pandemia de COVID-19 teve um impacto substancial na sua performance de vendas.

Quanto à região da Europa, após um início forte e apesar do impacto do surto de coronavírus durante o quarto trimestre do Ano Fiscal em análise, as vendas mantiveram-se praticamente ao nível período homólogo anterior, contabilizando-se um total de 264.000 unidades vendidas durante esses 12 meses, resultado que levou à estabilidade da quota de mercado da Mazda neste continente, alcançando uma fatia de 1,4%.

Akira Marumoto, Presidente da Mazda Motor Corporation declarou: “A Mazda continua a ter um enorme sucesso na Europa, em especial através dos nossos dois modelos de nova geração, o Mazda3 e o Mazda CX-30. Apesar da actual situação de pandemia, a Mazda Europa contribuiu significativamente para a nossa performance comercial durante o último exercício financeiro. Por essa razão, mantemos o nosso total empenho para com a Europa e a nossa Rede de Concessionários, encarando com grande entusiasmo o lançamento neste continente, ainda durante o presente ano, do primeiro veículo Mazda totalmente elétrico, o Mazda MX-30.”

Tanto no Japão como na América do Norte, as vendas caíram 6% em relação ao ano anterior, alcançando, respetivamente, as 202.000 e as 397.000 unidades, enquanto na China, as vendas diminuíram 14% em relação a período idêntico do Ano Fiscal anterior, registando-se um total de 212.000 unidades.

Refletindo o aumento dos investimentos no desenvolvimento de novas tecnologias e apoiado por medidas para melhorar os lucros por unidade, em termos de mix e de custos, a performance comercial da Mazda durante o Ano Fiscal em análise gerou receitas de ¥ 3.430,3 mil milhões (€ 28,3 mil milhões)**, resultando num lucro operacional de ¥ 43,6 mil milhões (€ 360 milhões)** e um rendimento líquido de ¥ 12,1 mil milhões (€ 100 milhões)**. Os acionistas da Mazda irão receber um dividendo anual de ¥ 35 por ação.

Os efeitos da pandemia COVID-19 na procura por parte dos clientes, nas cadeias de fornecimento e na produção de veículos não podem ser avaliados como habitualmente. Como resultado, a Mazda decidiu deixar em aberto as previsões em termos de lucros e dividendos para o novo Ano Fiscal, compreendido entre 1 de Abril de 2020 e 31 de Março de 2021. Ao acompanhar de perto, e de forma permanente, o ambiente empresarial, a Mazda continuará a avaliar os impactos na atividade, deixando para mais tarde o anúncio das suas previsões financeiras.

autonews.pt @ 18-5-2020 13:52:44


Clique aqui para ver mais sobre: Auto News, Mercado Automóvel e Novidades