Uma em cada 10 famílias alteraram transporte dos estudantes até à escola

Observador Cetelem Regresso às Aulas 2022

Embora o carro permaneça o principal meio utilizado, 24% vão optar que os estudantes se desloquem de transportes públicos, 13% exclusivamente a pé, e 22% a pé conjugado com outro modo de deslocação

autonews.pt @ 28-9-2022 10:20:11

Neste regresso às aulas, tendo em conta o contexto económico, alguns dos encarregados de educação tomaram medidas para mitigar o impacto da subida generalizada dos preços no orçamento familiar.

O Observador Cetelem Regresso às Aulas 2022 indica que, face à subida dos preços dos combustíveis, 9% dos encarregados de educação optaram por alterar o transporte dos educandos até à escola. Os portugueses com filhos a frequentar o Secundário são os que demonstram ter mais vontade de o fazer (19%), seguindo-se os que frequentam o 3.º Ciclo e o ensino Superior (13%, respetivamente). Já aqueles com filhos no Pré-Escolar não tencionam alterar. De salientar que é entre os entrevistados com menores rendimentos que se verifica uma maior propensão para alterar o modo de deslocação devido aos preços dos combustíveis (22%).

Analisando este dado por regiões, os inquiridos residentes na Área Metropolitana do Porto são aqueles que demonstram ter mais vontade de alterar o meio de transporte (21%), seguido dos da região Centro do país (17%). Apenas 1% dos inquiridos na região sul equaciona fazer essa mudança, sendo a região do país onde os entrevistados mais utilizam o carro para se deslocarem até ao estabelecimento de ensino (69%).

Ainda assim, e apesar desta intenção de diminuição da utilização do carro, este continua a ser o principal meio usado para se deslocarem, com cerca de 47% dos encarregados de educação entrevistados a mencionarem que o vão usar (menos 10 p.p. face a 2021). 24% optam pela utilização dos transportes públicos, 22% fazem o percurso a pé com outra forma de deslocação e 13% deslocam-se a pé até ao estabelecimento de ensino.

Os dados permitem observar que há mais estudantes a deslocar-se mais frequentemente de carro com a família entre os que estão no ensino pré-escolar e no 1.º Ciclo (67% e 62%, respetivamente). Os estudantes do ensino Secundário (49%) e Superior (63%) fazem parte do grupo dos que mais optam por ir a pé complementando com outro meio.

Verifica-se ainda que os alunos do ensino privado se deslocam mais frequentemente de carro com a família (74%), enquanto os do ensino público vão exclusivamente a pé (26%), conjugando a ida a pé com outro modo (22%) ou de transportes coletivos (15%).

autonews.pt @ 28-9-2022 10:20:11


Clique aqui para ver mais sobre: Sabia que, Curiosidades sobre Carros / Automóveis