A Nissan inscreve inovação e entusiasmo na ‘Corrida para o Zero’

A caminho da eletrificação total e neutralidade de carbono

A Nissan acabe de anunciar que aderiu à campanha "Race to Zero" (Corrida para Zero) apoiada pelas Nações Unidas, acelerando as metas de eletrificação total e neutralidade de carbono da empresa. A Nissan é o primeiro construtor japonês a aderir à campanha.

autonews.pt @ 8-9-2021 17:46:31

A Nissan também assinou o Compromisso de Ambição de Negócios (BAP - Business Ambition Pledge) da campanha de 1,5°C, alinhando-se assim com a meta de manter o aumento da temperatura global em 1,5°C acima dos níveis pré-industriais. A Nissan aderiu também à Iniciativa de Objetivos Baseados na Ciência (SBTi - Science Based Targets initiative), um requisito para a participação na campanha. As metas de redução de carbono bem abaixo de 2°C da Nissan foram validadas pelo SBTi, garantindo que estão alinhadas com a ciência para o clima.

«Com a adesão ao SBTi e a participação nestas campanhas, estamos a renovar a nossa determinação de trabalhar com empresas com ideias semelhantes às nossas e com governos locais em todo o mundo para resolver os desafios das mudanças climáticas e realizar uma sociedade sustentável», disse o presidente e CEO da Nissan, Makoto Uchida.

«Para acelerar os esforços globais para alcançar a neutralidade de carbono, a Nissan continuará a abordar várias questões de forma responsável, incluindo a promoção da eletrificação. Também na Nissan, estamos determinados a cumprir o nosso papel como uma empresa que continuará a ser relevante para nossos stakeholders no futuro», sublinhou Uchida.

Em 2010, a Nissan lançou o LEAF, o primeiro automóvel elétrico no mundo destinado ao mercado de massa e, com o lançamento global dos seus automóveis totalmente elétricos e tecnologias de eletrificação, continua a trazer inovação e entusiasmo para a condução e a energia com zero emissões.

No início deste ano, a Nissan comprometeu-se com atingir a neutralidade de carbono em todas as suas operações e no ciclo de vida de seus produtos até 2050. A Nissan está a acelerar esses compromissos com iniciativas como o Nissan EV36Zero, o novo conceito de fabrico que combina a produção de automóveis elétricos, a produção de baterias e a geração de energia renovável.

O presidente da COP26, Alok Sharma, referiu: «É fantástico ver a Nissan juntar-se à Corrida para Zero. São os primeiros fabricantes de automóveis japoneses a inscrever-se e, com o fabrico de baterias para automóveis elétricos no Nordeste da Inglaterra, estão a demonstrar liderança real na transição para zero em todo o Reino Unido».

O ponto central dos planos de neutralidade de carbono da Nissan passa pelo lançamento de automóveis eletrificados e tecnologias relacionadas. Esta jornada começou em 2010 e continua até hoje com a expansão da tecnologia exclusiva Nissan e-POWER e novos automóveis totalmente elétricos, como o crossover Nissan ARIYA. A Nissan pretende que 100% da sua oferta de automóveis totalmente novos seja eletrificada nos principais mercados (Japão, China, Estados Unidos e Europa) no início de 2030.

No início de 2021, a Nissan anunciou o seu compromisso de longo prazo com o Campeonato Mundial de Fórmula E ABB FIA, onde se manterá até, pelo menos, ao final da temporada 12 (2025-2026), levando a emoção e a diversão dos automóveis elétricos com emissões zero para um público global.

Para acelerar essa jornada, a Nissan revelou recentemente o projeto Nissan EV36Zero,. Baseado na abordagem de 360 graus da empresa para alcançar as emissões zero, um novo hub de automóveis elétricos pioneiro e representando um investimento de mais de mil milhões de euros, no Reino Unido, vai reunir automóveis elétricos, geração de energia renovável e produção de baterias, para turbinar o caminho para a neutralidade em carbono.

Além do desenvolvimento de novos automóveis e tecnologias, a Nissan continuará, globalmente, o seu trabalho com parceiros na inovação e desenvolvimento do ecossistema elétrico em torno de VEs, cobrindo a geração de energia renovável, armazenamento de energia, segunda vida útil de baterias e desenvolvimento contínuo do modelo de negócios '4R' - Reutilizar, Refabricar, Revender, Reciclar - para o benefício das comunidades.

autonews.pt @ 8-9-2021 17:46:31


Clique aqui para ver mais sobre: Sabia que, Curiosidades sobre Carros / Automóveis