Clássicos Opel no maior rali para viaturas históricas da Alemanha

O Opel Astra Híbrido Plug-in vai abrir a estrada como veículo zero

A Opel Classic irá participar no Olympia Rally '72 Revival, que terá lugar na Alemanha de 8 a 13 de agosto. No total, 197 equipas de nove nações irão completar seis etapas diárias entre Kiel, no norte, e Munique, no sul - um percurso total de 2.252 quilómetros. 

autonews.pt @ 26-7-2022 17:36:51

Walter Röhrl conduz os Opel Commodore GS/E e Ascona 400

Walter Röhrl descreve o Olympia Rally de 1972 como "o rali do século. Depois disto, nada foi igual ao que era antes". Seguiu-se o seu primeiro contrato com a equipa Opel oficial. "Sob a orientação do preparador da Opel, Günter Irmscher, preparei-me para o meu primeiro Rali de Monte Carlo e para uma emocionante temporada de 1973 com o meu novo copiloto Jochen Berger". O bávaro ganhou o Campeonato da Europa de Ralis em 1974 num Opel Ascona A oficial e o título de campeão do mundo de pilotos (pela segunda vez) em 1982 com o Ascona 400.

Na quinta-feira, 11 de agosto, Röhrl irá conduzir de Colónia a Pferdsfeld no Commodore GS/E da Opel Classic. Foi precisamente com um automóvel como este que Röhrl e Berger fizeram a sua estreia com a Irmscher/Opel no Rali de Monte Carlo em 1973. Röhrl irá depois percorrer a segunda etapa de Pferdsfeld num Opel Ascona 400 - um automóvel com o qual celebrou numerosos sucessos, sobretudo a vitória no Rali de Monte Carlo em 1982. O destino do dia é o Speyer "Technik Museum", casa da maior exposição espacial da Europa.

Para além dos clássicos da Opel conduzidos por Walter Röhrl, um Opel Kadett B especial será pilotado no Olympia Rally ’72 Revival por Hermann Tomczyk, presidente da ADAC sport e pelo veterano do desporto automóvel, Günther Holzer. Partilharão o Rallye Kadett que foi conduzido pelos suecos Anders Kulläng e Bruno Berglund na década de 1970.

Por fim, um revival Olympia Rally não estaria completo sem um Opel com o mesmo nome, o qual estará presente sob a forma de um Olympia 1100 SR de 1967. Este exemplar, em particular, conta com o motor 1100 SR com 60 cv. O Olympia 1900, mais potente, podia atingir uma velocidade máxima de 170 km/h, território exclusivo de veículos desportivos dessa altura.

Opel Astra Híbrido Plug-in, arrojado e puro, como veículo zero

Para garantir que os organizadores do revival Olympia Rally possam viajar no mesmo estilo arrojado e puro que os modelos clássicos de Rüsselsheim, a Opel disponibilizou um novo Astra Híbrido Plug-in para ser utilizado como veículo da organização.

O Astra eletrificado produz 180 cv de potência e 360 Nm de binário máximo (consumo combinado de combustível WLTP: 1,1 l/100 km, emissões de CO2: 26-24 g/km). No modo puramente elétrico, o compacto de cinco portas pode percorrer até 60 km sem emissões locais (WLTP[1]).

autonews.pt @ 26-7-2022 17:36:51

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto, Formula 1, Ralis, Pista, TT