Fórmula E Grande Prémio de Marrocos As reações dentro da equipa da BMW

António Félix da Costa pede desculpa e equipa compreende o momento “mais quente”

Após a vitória na abertura da temporada, a BMW i Andretti Motorsport continuou a apresentar um desempenho excecional na segunda corrida do campeonato ABB FIA Formula E em Marrocos no passado dia 12 de Janeiro - mas desta vez a recompensa foi menor.

autonews.pt @ 15-1-2019 11:50:04

No corrida de Marrocos, Alexander Sims (GBR) da BMW pontou no quarto lugar, averbando os primeiros pontos de sua carreira na Fórmula E, e António Félix da Costa (POR) foi obrigado a desistir depois de um contacto entre o seu carro e o do seu companheiro de equipa Alexander Sims, quando ambos estavam a ocupar as duas primeiras posições.

Na equipa da BMW já houve reações ao incidente entre os dois pilotos e para Jens Marquardt (Diretor Geral da BMW Motorsport) “... ambos os BMW iFE.18 estavam numa posição prometedora. Lamentavelmente, não conseguimos capitalizar nosso bom desempenho. Houve contacto entre os nossos pilotos pouco antes do final e António Félix da Costa teve que se retirar. Alexander Sims conseguiu terminar a corrida em quarto lugar. Analisamos o incidente com os dois pilotos e vamos aprender com isso enquanto a temporada continua. Estamos todos de acordo que um incidente como esse não ocorrerá novamente ”.

Do lado de Roger Griffiths, o chefe de equipe BMW i Andretti Motorsport, “Infelizmente, esse foi um final dececionante para um dia muito promissor. Os nossos carros tiveram um desempenho forte na liderança da pista e foram muito competitivos. O nosso ritmo de corrida foi extremamente bom e um resultado “dois-em-um” teria sido possível. Lamentavelmente, as coisas não aconteceram. Estamos é claro desapontados. Já discutimos este assunto como uma equipe e agora olhamos para a frente. Junto vencemos na primeira corrida em Ad Diriyah, na Arábia Saudita. Não conseguimos repetir o mesmo aqui em Marrocos e perdemos juntos, tal como somos uma equipa. Vamos aprender com isto.”

Para Alexander Sims (# 27) esta situação “... foi um grande embaraço para toda a equipa. A corrida não deveria ter terminado assim. Todos nós, eu, o António e a equipa, vamos aprender a nossa lição com o que aconteceu. Todos sabemos que tais incidentes são inaceitáveis. Custou-nos um resultado de dois-em-um. ”

Já do lado do português António Félix da Costa (# 28),  que ocupa o segundo lugar do campeonato de Fórmula E com 28 pontos conquistados,  afirmou que “... gostaria de pedir desculpa a toda a equipa. O Alexander fez um ótimo trabalho. Eu segurei a minha posição quando ele se aproximou de mim e as minhas rodas dianteiras ficaram bloqueadas. Este foi o meu erro e teve consequências negativas para mim e para o Alexander. Eu deveria tê-lo deixado passar e ficar contente com o segundo lugar.”

A próxima corrida do campeonato ABB Fórmula E vai ter lugar já no dia 26 de Janeiro na Cidade de Santiago, no Chile.

autonews.pt @ 15-1-2019 11:50:04

Galeria de fotos