Toyota inicia produção europeia de módulos de pilha de combustível

Tecnologia de hidrogénio de 2ª geração

A Toyota tem como objetivo chegar a uma sociedade neutra em carbono. E, para atingir esse objetivo, a marca está a desenvolver várias tecnologias eletrificadas, incluindo o hidrogénio que a empresa considera ser um dos principais alicerces na redução de CO2. O compromisso da Toyota com o hidrogénio vai muito para além dos automóveis de passageiros, disponibilizando a sua tecnologia de pilha de combustível em módulos fáceis de usar em aplicações de parceiros.

autonews.pt @ 7-12-2021 16:25:12

Módulos de pilha de combustível de 2ª geração

Para ajudar a facilitar a expansão de sua tecnologia de hidrogénio dos automóveis para outro tipo de aplicações, o sistema de pilha de combustível do Toyota Mirai foi disponibilizado e acondicionado em módulos compactos de pilha de combustível. A partir de janeiro de 2022, a Toyota iniciará a produção dos módulos de 2ª geração, com base no seu avançado sistema de pilha de combustível de 2ª geração. O novo sistema, que está disponível em módulos mais compactos e leves, fornece igualmente superior densidade energética. Os módulos estão disponíveis em duas formas: um cubo e uma forma plana e retangular, para permitir mais flexibilidade e adaptação mais fácil numa variedade de aplicações.

Produção europeia

A Toyota começou o desenvolvimento da pilha de combustível em 1992 e a empresa tem vindo gradualmente a refinar a sua tecnologia de hidrogénio. Os novos módulos de pilha de combustível de segunda geração também serão montados pela equipa de produção na Europa, nas instalações de Pesquisa e Desenvolvimento da Toyota Motor Europe (TME), em Zaventem, Bruxelas. A partir de janeiro de 2022, as novas instalações abrigam uma linha de montagem-piloto que combina conteúdos de tecnologia avançada com montagem de alta qualidade.

A Toyota tomou a decisão de montar os seus módulos de pilha de combustível de segunda geração na Europa por estar a assistir a um aumento significativo da procura em toda a região. Em colaboração com empresários interessados em usar a tecnologia da Toyota nas suas aplicações, a Unidade de Negócios de Pilha de Combustível da TME oferecerá o necessário apoio de engenharia para a sua integração. Esta proximidade com os seus parceiros e a capacidade de monitorizar de perto as oportunidades de negócios emergentes permitirão que a empresa amplie o rapidamente a sua oferta.


Clusters do hidrogénio

A expansão de uma economia europeia baseada no hidrogénio será um elemento-chave para alcançar o objetivo do Green Deal de zero emissões (líquidas) com potencial de contribuir para o aquecimento global até 2050. A UE declarou que, para cumprir esse desafio, a indústria precisará que os 'pioneiros na proteção do clima e de recursos' desenvolvam as primeiras aplicações comerciais de tecnologias inovadoras em setores industriais importantes, até 2030. À medida que vão surgindo os clusters de hidrogénio na Europa, vemos diferentes setores a unir-se e a agregar as suas valências, tecnologias e aplicações - como as frotas de camiões, autocarros, táxis e infraestrutura H2 -, para criar oportunidades de negócios viáveis, permitindo que floresçam e se tornem o núcleo de atividades em larga escala.

Ao implementar soluções de tecnologia de hidrogénio para uma ampla gama de aplicações, a Toyota apoia a criação de um contexto favorável ao hidrogénio, um “oásis vivo”, onde a oferta e a procura se juntam para crescer ainda mais.

autonews.pt @ 7-12-2021 16:25:12


Clique aqui para ver mais sobre: Sabia que, Curiosidades sobre Carros / Automóveis