Lisboa com zonas de estacionamento “castanhas” e “pretas” – até 3 euros por hora

Apresentado o novo regulamento de estacionamento

De acordo com a proposta de novo regulamento de estacionamento na cidade de Lisboa, poderão aparecer zonas duas novas cores destinadas a zonas de maior pressão do estacionamento: as cores “castanho” e “preto” adicionais às utilizadas atualmente com as cores vermelha, amarela e verde.

autonews.pt @ 16-7-2019 12:47:59

Uma das propostas é a criação de cores de zona: a zona “castanha” poderá custar 2 euros por hora e a zona de cor “preta” poderá custar 3 euros e com o limite de permanência de duas horas. Atualmente a zona “vermelha” tem um custo de 1,60 euros por hora. As zonas com as novas cores serão definidas no “eixo central”.

Entre as novidades chega a informação que a EMEL passará a estar operacional 24 horas por dia e a entidade passará a ter também capacidade de fiscalização do estacionamento das trotinetas elétricas.

Esta nova proposta de regulamento foi apresentad pelo vereador da mobilidade, Miguel Gaspar, referindo-se que o principal objetivo desta proposta é melhorar a disponibilidade de estacionamento na via pública, dando prioridade aos residentes.


Entre as principais medidas anunciadas por Miguel Gaspar, vereador da Mobilidade, estão a gratuitidade do 1.º dístico de residente, a criação de estacionamento reservado para famílias numerosas (3+ filhos) com crianças até 2 anos, a possibilidade de estacionamento residente nas zonas vermelhas e 2.ª zona, a criação do estatuto de residentes sem carro mas que utilizem, por exemplo, mobilidade partilhada e tarifas mais baixas nos parques de estacionamento.

Miguel Gaspar revelou que o que se pretende é “ter sempre pelo menos um lugar disponível em cada quarteirão para estacionar, pois isso significa também que o tempo que se perde, e a poluição que se faz, à procura de um lugar, também reduz.”

Vão também ser definidas novas regras para cargas e descargas, empresas, veículos de turismo e estacionamento de velocípedes (trotinetes), para maior salvaguarda do espaço público, continuando o investimento nos transportes públicos e modos suaves.

Este regulamento estará em consulta e discussão pública junto dos munícipes e utilizadores até ao mês de Setembro de 2019.

autonews.pt @ 16-7-2019 12:47:59


Clique aqui para ver mais sobre: Sabia que, Curiosidades sobre Carros / Automóveis