Mads Østberg conquista título mundial da categoria WRC2 com o C3 R5

No ACI Rally Monza

Mads Østberg e Torstein Eriksen alcançaram no ACI Rally Monza, do passado fim-de-semana, a sua 4ª vitória na categoria WRC2 da presente temporada, assegurando, com isso, o título de Campeões do Mundo de WRC2 aos comandos de um C3 R5. Por seu turno, Marco Bulacia e Marcelo Der Ohannesian terminaram a época como Vice-Campeões do Mundo na categoria WRC3.

autonews.pt @ 7-12-2020 16:14:34

O ACI Rally Monza deste ano prometia um conjunto de desafios sem precedentes, ao fazer pela primeira vez parte do Campeonato do Mundo de Ralis (WRC) e disputado em estradas nas imediações e no interior do famoso Autodromo Nazionale di Monza. O facto de se ter realizado no primeiro fim-de-semana de dezembro tornou o evento ainda mais imprevisível, dado o clima decididamente instável registado a norte da Itália. Todas as equipas tinham pela frente condições muito difíceis de enfrentar, incluindo neve e chuva.

Contudo, a #C3R5Family, solidamente representada por 6 duplas de pilotos – Østberg / Eriksen, Bulacia / Der Ohannesian, Rossel / Fulcrand, Ogliari / Ciucci, Lefebvre / Dubois e Somaschini / Zanchetta – provou ser mais do que capaz de enfrentar tão duras condições climatéricas, já que Mads Østberg e Torstein Eriksen alcançaram o título de Campeões do Mundo de Ralis na categoria WRC2, enquanto Marco Bulacia e Marcelo Der Ohannesian terminaram a época segurando o cetro de Vice-Campeões do Mundo na categoria WRC3.

Tendo já vencido três rondas do WRC2 de 2020 – os ralis de Monte-Carlo, Suécia e Estónia –  com o C3 R5 da equipa PH Sport, Mads Østberg e Torstein Eriksen registaram em Itália a sua quarta vitória do ano, selando um inédito e bem merecido título mundial com a Citroën. Foi uma recompensa justa por uma temporada muito forte, em grande parte disputada entre um leque de pilotos de primeiro plano. Em termos deste ACI Rally Monza, a equipa norueguesa terminaria a 1ª Etapa de sexta-feira no 3º lugar da categoria WRC2, destacando-se depois nas condições extremas registadas no sábado, avançando para a liderança do grupo com duas vitórias nos troços repletos de neve. Apesar dos ataques dos adversários, permaneceram na liderança da prova até final.

Quanto ao colombiano Marco Bulacia, navegado pelo argentino Marcelo Der Ohannesian, chegou a Itália com um palmarés na categoria WRC3 onde constava uma vitória no Rali do México, um 2º lugar na Turquia, um 4º posto na Estónia e um 3º lugar no Rali da Sardenha, alcançados aos comandos de um C3 R5 da equipa Tagai Racing Technology.

A sua consistência foi premiada com um 6º lugar no final do ACI Rally Monza, que lhes garantiu o 2º lugar final na categoria WRC3 do agora findo Campeonato do Mundo de Ralis 2020.

Quem regressou em Itália aos comandos de um C3 R5 foi a dupla francesa Stéphane Lefebvre / Thomas Dubois, que, apesar de bastante tempo sem competir, conseguiu aumentar gradualmente o seu ritmo de prova, vindo a terminar num bom 7º lugar no grupo RC2, bem no meio dos candidatos aos títulos de WRC2 e WRC3.

Já os seus compatriotas Yohan Rossel e Benoît Fulcrand, após um excelente arranque na quinta-feira, depararam-se com alguns problemas no início da etapa de sexta-feira, tendo perdido bastante tempo, o que os fez passar o resto do fim-de- prejudicados em termos de ordem de saída para a estrada.

Resta a satisfação da experiência acumulada, ficando em destaque o 2º tempo do grupo RC2 alcançado numa especial, e o facto de terem terminado o rali, fechando o top-10 da categoria WRC3.

autonews.pt @ 7-12-2020 16:14:34

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Desporto, Formula 1, Ralis, Pista, TT