Extreme E revela o seu carro: Odyssey 21

Um “monstro” elétrico projetado para correr do deserto aos glaciares

Já havíamos dado conta por aqui que os promotores da Fórmula E querem lançar um nova competição de automóveis elétricos: a ideia é criar a Extreme E, uma fórmula de corrida elétrica com cinco provas que percorra os ambientes mais extremos em corridas off-road. A proposta é percorrer ambientes extremos de terreno e condições meteorológicas, passando por florestas tropicais, desertos e ambientes árticos, tudo tendo como mote a chamada de atenção para as alterações climáticas e a poluição ambiental.

autonews.pt @ 9-7-2019 20:50:39

Agora, no evento Goodwood Festival of Speed, a organização revelou o veículo de base que as equipas concorrentes poderão customizar: o Odyssey 21, um SUV elétrico construído pela Spark Racing Technology, exatamente a mesma empresa que projetou e construiu os carros de Fórmula E da primeira e segunda geração.

A máquina é um monstro de poder de tração. Desenvolvida em cima de uma estrutura tubular em liga de aço reforçado com nióbio e pneus de 940 mm, fabricados pela Continental ** e em função do terreno com versões de inverno ou de verão. 

O monstro de competição é relativamente leve com 1.650kg, tem 2,3 metros de largura e pode ir dos zero aos 100 km/h em 4,5 segundos. Este tempo já impressionante, também pode ser alcançado em gradientes com inclinações de 30% segundo as informações veiculadas.

Adicionalmente  ficámos a saber que esta é apenas a versão de base do ponto de vista visual. As doze equipas da Extreme E recebem esta versão de base em Março de 2020, que depois podem ajustar e melhorar durante toda a competição que tem o início previsto para 2021. 

autonews.pt @ 9-7-2019 20:50:39

Galeria de videos