Ford Kuga revoluciona segmento SUV com o modelo mais eletrificado da marca

Arquitetura avançada

Elegante e exclusivo, o novo Ford Kuga SUV – modelo Ford mais eletrificado de sempre – estreia um novo design exterior de proporções premium, que proporcionam mais espaço e conforto.

autonews.pt @ 24-3-2020 18:05:52

O sofisticado Kuga Titanium, o desportivo Kuga ST-Line e o exclusivo Kuga ST Line X oferecem uma avançada gama de motorizações híbridas que proporcionam a melhor economia de combustível da classe; a média de consumos da gama melhorou até 28 por cento, em comparação com as versões homólogas do modelo anterior.

A vasta e abrangente gama de propulsores do Kuga inclui as variantes Kuga Plug-In Hybrid, (PHEV), Kuga EcoBlue Hybrid (mild-hybrid) e Kuga Hybrid (full-hybrid), juntamente com as versões diesel EcoBlue, de 2,0 litros e 1,5 litros, e a motorização a gasolina EcoBoost de 1,5 litros, a que se junta ainda uma nova transmissão automática inteligente de oito velocidades.

O novíssimo Kuga oferece características de conforto e de tecnologias de assistência à condução ainda mais intuitivas, incluindo o modem integrado FordPass Connect, que facilita a gestão do Kuga Plug-In Hybrid e das suas novas funcionalidades, específicas para veículos eletrificados, através da app FordPass. Entre as demais tecnologias inclui-se uma base para carregamento wireless, bem como o sistema de infoentretenimento Ford SYNC 3, complementado por um ecrã̃ táctil central de 8 polegadas. 

Um Sistema de Som B&O premium proporciona uma experiência áudio de elevada qualidade, junto com um novo painel de instrumentos LCD de 12,3 polegadas de formato livre, uma estreia na indústria, com “cores reais” que é mais informativo, intuitivo e fácil de ler.

As novas tecnologias de ajuda à condução como o Controlo de Velocidade de Cruzeiro Adaptativo com função de Stop & Go, Reconhecimento de Sinais de Trânsito e Manutenção na Faixa ajudam os utilizadores a lidar, agora com mais confiança do que nunca, com as diversas situações de condução, do trânsito em pára-arranca às viagens em autoestrada. Por seu lado, as tecnologias de iluminação preditiva e iluminação baseada nos sinais de trânsito ajudam os condutores a ver melhor na escuridão.

A tecnologia Head-up display (HUD) ajuda-os a manter os olhos na estrada e o sistema de Estacionamento Automático permite-lhes estacionar de forma totalmente automática apenas com o pressionar de um botão.

O novo Kuga oferece os melhores valores da classe em espaço para as pernas nos lugares traseiros e em espaço para bagagem, bastando, para o efeito, utilizar a função de movimento longitudinal da segunda fila de bancos (até 150 mm para frente ou para trás).

“Desenhado pelos clientes”


O novo Kuga tem com base na nova arquitetura global da Ford para modelos de tracção dianteira, que permite melhor aerodinâmica, melhores consumos e menor peso, com reduções até 80 kg em comparação com versões e propulsores equivalentes.

Além disso, a nova arquitetura foi concebida para melhorar o comportamento em caso de colisão, contribuindo para a classificação 5 estrelas do Kuga nos testes de segurança Euro NCAP; oferece igualmente mais 10 por cento de rigidez torsional, o que incrementa a dinâmica de condução; permite também obter mais espaço nos modelos médios da Ford, sem descurar um design expressivo e dinâmico.

O novo Kuga introduz um novo design exterior diferenciado, mais esculpido e simplificado, com proporções premium. A silhueta é elegante e incorpora uma distância entre eixos mais generosa que forma uma área de maiores dimensões na estrada, beneficiando a condução e a estabilidade; o capô mais longo, a maior inclinação do para-brisas para trás e a linha de tejadilho mais baixa resultam numa aparência mais enérgica, ágil e competente, do que nunca.

As versões Kuga Titanium, ST-Line e ST-Line X têm um carácter único que reflete as personalidades dos clientes. Com um estilo contemporâneo e confiante, o Kuga Titanium é um indicador do elevado grau de equipamento e de qualidade que lhes será́ oferecido em toda a Europa. Os destaques incluem uma proteção inferior dianteira desportiva, um difusor traseiro, capas dos espelhos, frisos laterais e puxadores das portas na cor da carroçaria, luzes diurnas em LED e jantes de liga leve de 17 polegadas de série e de 19 polegadas em opção.

O estilo ousado do Kuga ST-Line, inspirado nos modelos Ford Performance, inclui para-choques e saias laterais na cor da carroçaria e acabamentos em preto na grelha, proteção inferior dianteira, difusor traseiro e barras de tejadilho. Um spoiler traseiro de grandes dimensões, jantes de liga leve de 18 polegadas (de série), ou de 19 polegadas (em opção)1, e dupla saída de escape desportivo, reforçam o carácter desportivo.

No interior, o forro do teto em tom escuro, os bancos com design exclusivo ST-Line, com costuras de contraste a vermelho, os pedais em alumínio, o volante plano em baixo e os tapetes e as embaladeiras ST- Line, refletem a personalidade orientada para a performance.

Segundo Amko Leenarts, Diretor de Design da Ford Europa, “os clientes do Kuga expressaram que estavam prontos para ver um design mais emocional e o nosso novo Kuga é uma escultura habilmente articulada. Visualmente mais elegante, mais baixo e mais largo, faz- nos sentir empolgados só de olhar para ele. O totalmente novo interior é um espaço santuário, desenhado para permitir a vida do dia-a-dia acontecer. Harmonioso e arejado, faz a fusão de materiais premium, qualidade perfeita e tecnologia de ponta.”

Uma diversidade de propulsores sem precedentes


A Ford assumiu o compromisso de oferecer uma opção eletrificada em todos os modelos de passageiros a lançar no mercado europeu, aumentando, no final de 2021, para 18 o número de modelos eletrificados comercializados na região. O novíssimo Kuga é o primeiro veículo Ford a ser oferecido com tecnologia de propulsores plug-in híbrido, mild-hybrid e full-hybrid.

Kuga Plug-In Hybrid (PHEV): O novo Kuga Plug-In Hybrid proporciona a autonomia de condução e o grau de liberdade oferecido pelos motores de combustão tradicionais, juntamente com a eficiência, baixos consumos e requinte de um grupo propulsor elétrico.

A arquitetura de distribuição de potência combina um motor a gasolina de 2,5 litros e quatro cilindros, que funciona segundo o ciclo Atkinson, um motor elétrico e um gerador, e uma bateria de iões de lítio de 14,4 kWh; o conjunto desenvolve uma potência máxima de 225 CV. O Kuga Plug-In Hybrid proporciona uma autonomia 100% elétrica de 72 km NEDC (56 km WLTP), consumos desde 1,2 l/100 km NEDC (desde 1,4 l/100 km WLTP) e emissões estimadas desde 26 g/km CO2 NEDC (desde 32 g/km CO2 WLTP).

A bateria pode ser carregada utilizando uma ficha integrada no para-choques dianteiro; também é possível obter a carga total em andamento e de forma automática, recorrendo à tecnologia de carga regenerativa, que capta e energia cinética normalmente perdida durante as travagens. Para carregar totalmente a bateria através de um ponto de eletricidade externo de 230 V, são necessárias menos de 6 horas.

Os condutores podem escolher quando e como utilizar a energia da bateria, através dos modos EV Auto, EV Now, EV Later e EV Charge. Quando a bateria atinge o seu estado de carga mais baixo, o Kuga muda automaticamente para o modo EV Auto, complementando a potência do motor a gasolina com a assistência do motor elétrico, usando a energia recuperada, para obter consumos otimizados.

Kuga EcoBlue Hybrid: O novo Kuga EcoBlue Hybrid reforça os argumentos do motor diesel Ford EcoBlue de 2,0 litros com 150 CV para registar consumos ainda melhores. A tecnologia mild-hybrid emprega um sistema integrado de motor de arranque /gerador, comandado por correia (BISG: Belt-driven Integrated Starter/Generator), que substitui o alternador convencional e permite a recuperação e armazenamento da energia durante as desacelerações, e assegura a carga do pack de baterias de 48 V de iões de lítio, com refrigeração a ar.

O sistema BISG funciona também como motor, utilizando a energia armazenada para fornecer assistência elétrica de binário ao motor térmico em condições normais de condução e aceleração, assegurando, também, o funcionamento dos auxiliares elétricos do veículo.

O sistema de 48 V assegura, também, que a tecnologia Auto Start-Stop do novo Kuga funciona em mais situações, melhorando a poupança de combustível e contribuindo para consumos desde 4,3 l/100 km NEDC (desde 5,0 l/100 km WLTP) e emissões CO2 desde 111 g/km NEDC (132 g/km WLTP).

Kuga Hybrid: Disponível para encomenda a partir do final deste ano, o Kuga Hybrid utiliza um propulsor autossuficiente (Auto carregamento) 100% híbrido, que permite uma condução puramente elétrica, e combina um motor a gasolina de 2,5 litros de ciclo Atkinson, motor elétrico, gerador, bateria de iões de lítio e uma transmissão automática de distribuição de potência. O Kuga Hybrid estará́ disponível com tracção dianteira e Tracção Integral Inteligente Ford, com consumos previstos desde 5,6 l/100 km e emissões previstas desde 130 g/km CO2.

Os clientes do novíssimo Kuga podem, também, optar por uma das várias propostas da moderna gama de motores Ford EcoBoost, a gasolina, e Ford EcoBlue, a gasóleo, com consumos e funcionamento otimizados. De série, estes propulsores estão associados à função Auto Start-Stop, para redução dos custos de utilização, e a sofisticadas transmissões (manual de seis velocidades e automática de oito velocidades) que proporcionam uma condução sem esforço.

Kuga EcoBlue: O motor Ford EcoBlue de 1,5 litros oferece 120 CV, apresenta consumos desde 4,2 l/100 km NEDC (desde 5,1 l/100 km WLTP), emissões CO2 desde 109 g/km NEDC (desde 133 g/km WLTP) e é apoiado por tecnologias inovadoras, tais como:

• Recirculação de gases de escape de baixa pressão, combinada com refrigeração por permutador de calor ar-água para uma combustão mais eficiente e menos emissões

• Conduta de admissão integrada para otimizar a “respiração” do motor

• Turbocompressor de baixa inércia para uma resposta mais rápida e controlável do

turbo, com recurso a materiais habitualmente utilizados em motores de foguetão,

especialmente concebidos para resistir a altas temperaturas

• Sistema de injecção de combustível de alta pressão, mais reativo e silencioso e com

maior precisão na entrega de combustível.

Kuga EcoBoost: O motor EcoBoost de 1,5 litros está disponível em dois níveis de potência, 120 CV e 150 CV, proporcionando consumos desde 5,5 l/100 km NEDC (desde 6,6 l/100 km WLTP) e emissões CO2 desde 125 g/km NEDC (desde 150 g/km WLTP). Este propulsor conta com o sistema Ford de desactivação de cilindros, uma estreia mundial absoluta num motor de três cilindros. Esta tecnologia tem a capacidade de desativar automaticamente um dos cilindros quando não é necessário utilizar toda a cilindrada na subidas pouco íngremes ou em andamento de cruzeiro, nas quais se exige pouco esforço mecânico.

autonews.pt @ 24-3-2020 18:05:52

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Auto News, Mercado Automóvel e Novidades