Aston Martin apresenta o Rapid E pronto para produção

No Salão Automóvel de Shangai

A Aston Martin revelou a versão final pronta para produção do seu primeiro carro de construção em série totalmente elétrico, com o espetacular Rapide E a fazer a sua estreia mundial na China.

autonews.pt @ 16-4-2019 19:32:39

O Rapide E da marca representa um primeiro passo pioneiro para alcançar a estratégia de eletrificação mais ampla da empresa – a primeira marca de luxo do mundo a apresentar uma versão de produção com emissão zero. 

Numa edição especial com uma produção limitada a 155 unidades, o Rapide E foi desenvolvido em colaboração com a Williams Advanced Engineering (WAE).

Por dentro e por fora, o Rapide E está equipado com os materiais e a tecnologia condizentes com o primeiro modelo EV da marca. Longe estão as exibições analógicas do passado. 

Um display digital de 10 polegadas de diagonal ocupa um lugar central, entregando todas as informações importantes ao motorista enquanto estiver em movimento, incluindo o estado de carga da bateria, níveis de potência do motor, desempenho regenerativo e um medidor de consumo de energia em tempo real. 

A fibra de carbono foi utilizada intensamente neste modelo, ajudando a cumprir as metas rígidas de peso estabelecidas pela equipa de engenharia da Aston Martin logo desde o início.

O Rapide E é alimentado por uma bateria de arquitetura elétrica de 800 V - envolta em fibra de carbono e invólucro de Kevlar - com uma capacidade instalada de 65kWh usando mais de 5600 células cilíndricas do formato 18650 de íons de lítio. 

Esta bateria, construída especificamente sob medida ocupa o lugar  do V12 original de 6.0 litros, tem um sistema de 800V permitindo um carregamento mais eficiente e características térmicas melhoradas sobre as arquiteturas elétricas existentes. 

Este sistema de bateria alimenta dois motores elétricos montados na parte traseira, produzindo uma saída combinada de pouco mais de 600 cv e um torque de 950Nm de torque.

O alcance do Rapide E é superior a um pouco mais 350 quilómetros de acordo com o procedimento de teste WLTP, sendo capaz de carregar a uma taxa de 296 quilómetros por hora usando um carregador típico de 400V de 50kW. 

No entanto, o sistema de baterias de alta tensão de 800V do carro permite um carregamento ainda mais rápido, neste caso usando uma tomada de 800V com capacidade para 100 kW ou mais. 

Para o carregamento de standard de destino, o carro também possui um carregador on-board de alta potência líder de mercado capaz de recarregar a bateria em menos de 3 horas.

Por confirmar continuam os rumores se este será o próximo carro do espião mais famoso do mundo.

autonews.pt @ 16-4-2019 19:32:39