E se tivesse que escolher um carro elétrico?

Vamos às compras? Nós ajudamos.

A questão dos carros a diesel ganhou esta semana uma nova visibilidade com as declarações do Ministro do Ambiente e as reações que gerou.

autonews.pt @ 29-1-2019 17:03:55

Como consumidor avisado vai de fato haver um momento que a questão já não vai ser escolher entre gasolina ou Diesel mas sim que carro elétrico é que se escolhe. Para ajudar a responder o autonews preparou um resumo de algumas opções que já estão disponíveis ou que muito em breve pode considerar aquando da compra de um carro novo.

E aqui vai a lista de alguns dos modelos disponíveis, não exaustiva, mas relevante para vários preços de compra e qualificação tecnológica do veículos.

TESLA Model 3

Já disponível para encomenda no mercado português vai estar nas mãos dos primeiros clientes a partir de fevereiro, motor duplo de tração integral, a marca assume uma velocidade máxima acima de 230 km/h e vai dos 0 aos 100 em 4,8 segundos. A autonomia de bateria declarada pela marca é das maiores atualmente disponíveis.

Um interior “limpo” característico dos Tesla, com um ecrã central de 15 polegadas, e muita tecnologia de apoio à condução.

No nosso mercado disponível na versão Long Range, 560 km com uma carga completa, já de acordo com a norma WTLP, 233 km/h de velocidade máxima e 4,8 segundos dos 0 aos 100 km/h.

A segunda versão para o nosso mercado é o Model 3 Performance, com 530 km/h de autonomia, 250 km/h de velocidade máxima e 3,5 segundos para ir dos 0 aos 100 km/h.

Como opção o comprador dispõe da possibilidade de escolher no momento de compra ou mais tarde, o software na versão “piloto automático”, que apesar do nome é um conjunto de sistemas de apoio à condução muito avançado e que em certas condições de transito ou via de circulação permitem uma condução mais autónoma por parte do cérebro do carro. O condutor é sempre o responsável pela condução, mesmo com esta opção ativada (obrigatoriedade legal perante o apuramento da responsabilidade associada ao seguro).

O preço de base inicia-se em pouco mais de 60000 euros.

AUDI e-Tron

Um SUV “full-size” que combina um estilo desportivo com uma utilização quotidiana. Tem dois motores elétricos tração integral elétrica, várias opções para carregamento mesmo em casa, com base numa tomada doméstica de 220 volts, ou ainda com recurso a uma tomada trifásica de 400 volts (AC 11 kw).

De forma opcional pode ter o carregamento “connect” que duplica a potência de carregamento até 22kw (AC), mas em estações exteriores de recarga rápida aceita corrente contínua até 150 kw. Em alguns mercados tem como opção os espelhos retrovisores virtuais, no essencial duas camaras que substituem os espelhos e transmitem o que captam para écrans colocados na porta do carro.

A autonomia elétrica deverá rondar mais de 410 km, dispõe de duas motorizações com potência acima de 256 Kw, um binário acima de 561 Nm uma velocidade máxima de 200 km/h e precisa entre 5,7 a 6,6 segundos para chegar aos 100 km/h a partir da posição estática.

Deverá entrar em comercialização no primeiro semestre de 2019.

KIA e-Niro

Esta é uma proposta que tem versões híbrida e elétrica, sendo esta a que aqui falamos. A plataforma tecnológica é a mesma do Kia Kauai e muitas características similares mais afinadas para os clientes fieis a cada uma das marcas.

Equipado com um motor elétrico de 150 Kw, capaz de produzir um binário de 395 Nm e uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 7,8 segundos, isto na versão com bateria com capacidade de 64kw hora. Dispõe da possibilidade de carregamento rápido até 100 kw, e uma garantia de 7 anos ou 150 mil km.

A autonomia deverá rondar os 485 km em ciclo misto e um pouco acima de 600 km em ciclo exclusivamente urbano.

Para Espanha a previsão de preço de venda ronda os 30 mil euros para a versão com a bateria mais pequena.


BMW i3

Disponível para aquisição no nosso mercado, este automóvel surge em duas versões, a i3 e uma mais poderosa designada de i3s, sendo que nesta versão mais vitaminada vai dos 0 aos 100 km/h em 6,9 segundos, tem uma velocidade máxima de 160 km/h e uma autonomia elétrica em utilização urbana a rondar os 280 km, mas com um modo extensor que pode “esticar” esta distância para os 330 km.

Além do carregamento público, também pode ser carregado em casa em tomadas convencionais (mais lento) ou opcionalmente pode optar por uma das três variantes da “WallBox” vendida pela marca e que permitem reduzir substancialmente o tempo de carregamento.

Em Portugal este veículo está disponível a partir de 42 mil euros.

NISSAN Leaf

Este á considerado o veículo elétrico mais vendido na europa em 2018. Dispõe de um motor de 110 kw (150 cv), uma bateria de 40 kw e uma autonomia de 270 km de acordo com o padrão WTLP.

Além do modo normal de condução, dispõe também de um modo de condução ecológico e ainda o modo B, o qual recorre a uma regeneração mais agressiva aquando da travagem. A bateria vem com garantia Nissan de 8 anos ou 160 mil km.

Pode ser carregado em casa recorrendo a um carregador “Wallbox” da Nissan com capacidade de débito de 7 kwats hora, sendo que para carregamento público esta proposta vem com uma ficha/ carregador do tipo standard CHAdeMO, que na Europa proporciona uma rede de 4600 postos de carregamento.

O Nissan Leaf está disponível a partir dos 33.400 euros.

HYUNDAI Kauai

Um SUV compacto e que tem sido até agora um “papa-prémios” de reconhecimento da sua excelente relação qualidade-preço.

Um motor de 150 Kw (204 cv), uma velocidade máxima de 167 km/h e vai dos 0 aos 100 em 7,6 segundos. Não é dos mais rápidos mas é pela sua autonomia que tem sido reconhecido: 449 km já de acordo com o padrão WTLP, com base numa bateria de 64 kwh.

Renault ZOE

Este é um dos modelos mais vendidos na Europa e faz parte da estratégia acertada da Renault relativamente aos carros totalmente elétricos.

Com duas motorizações disponíveis o cliente pode escolher entre uma potência de 108 cv ou 88 cv e autonomias que variam entre os 280 e os 300 km (22 e 43 kw).

Uma originalidade relativamente às propostas de outros fabricantes é que o cliente pode optar por comprar o caro com ou sem bateria incluída. Estranho mas funciona: uma primeira opção é o aluguer da bateria por período mensais, sendo que a bateria é sempre da Renault que assume a garantia de funcionamento da mesma. A alternativa é igual às outras marcas em que o carro é comprado com a bateria já incluída.

Os preços de venda iniciam-se nos 27 mil euros aproximadamente.


JAGUAR i-PACE

Este é o primeiro SUV totalmente elétrico da Jaguar, e o conjunto de motor/transmissão do I-PACE disponibiliza 400 cv e 696 Nm de binário. Com tração integral, o I-PACE vais dos 0 aos 100 km/h em 4,8 segundos.

A bateria tem uma capacidade de 90 Kwh e uma autonomia declarada de 465 km.

Disponível a partir dos 81 mil euros.

Mercedes-Benz EQC

Um SUV gigante para bolsos recheados e que vai ter como concorrente alguns Tesla, Audi e possivelmente a Byton e a Polestar.

No primeiro semestre deste ano devemos ter mais novidades sobre este modelo, sendo que a marca anunciou 450 km de autonomia, 5,1 segundos dos 0 aos 100 km/h e compatibilidade com carregamento ultra-rápido.

Porsche Taycan

Este é o primeiro supercarro totalmente elétrico, e deve estar disponível em três versões diferentes.

Estão anunciados 600 cv, uma autonomia de 500 km e carregamento ultra-rápido incluído. Disponível mais para o final do ano.

autonews.pt @ 29-1-2019 17:03:55