Daimler dá mais um passo na direção dos carros movidos a hidrogénio e tecnologia de células de combustível

A NuCellSys, subsidiária da Daimler, torna-se a Mercedes-Benz Fuel Cell GmbH

O potencial da tecnologia das células de combustível e do hidrogénio para armazenamento de energia é inquestionável. Na NuCellSys - uma subsidiária integral da Daimler AG - o grupo agrupa as suas atividades de desenvolvimento para essa tecnologia. 

autonews.pt @ 4-1-2019 18:54:20

Com a conclusão do desenvolvimento do sistema de célula de combustível holística para o novo Mercedes-Benz GLC F-CELL, NuCellSys passou a ser uma nova estrela para os próximos projetos de desenvolvimento: a partir de janeiro de 2019, a empresa vai operar sob o nome de Mercedes-Benz Fuel Cell.

"A tecnologia de células de combustível é parte integrante de nossa estratégia de sistemas de motorização", diz Christian Mohrdieck, responsável da Mercedes-Benz Fuel Cell: "Zero emissões locais de CO2, longas distâncias e curtos períodos de reabastecimento, além de uma ampla gama de aplicações de carros a autocarros, outros veículos comerciais de grande porte e não apenas para aplicações estáticas tornam a tecnologia uma alternativa à prova de futuro. Ao mudar o nome da empresa estamos enviando um sinal claro e aumentamos a relevância futura da tecnologia de células de combustível".

A Mercedes-Benz Fuel Cell GmbH é fundada em profundo e duradouro know-how em tecnologia de célula de combustível. 

Todas as atividades relacionadas ao desenvolvimento de sistemas  desta tecnologia estão concentradas em Nabern desde 1997. Desde 2009, a empresa é uma subsidiária da Daimler AG e líder mundial no desenvolvimento de sistemas de célula de combustível e hidrogénio para veículos. 

A agora Mercedes-Benz Fuel Cell GmbH é responsável pelos conceitos e desenvolvimento do sistema, desenvolvimento de componentes e software, além de testes e validação operacional A Mercedes-Benz Fuel Cell GmbH também desenvolve todos os componentes para o armazenamento de hidrogénio a 700 bar de compressão.

O Mercedes-Benz GLC F-CELL

O sistema de transmissão geral e o sistema de armazenamento de hidrogénio do novo Mercedes-Benz GLC F-CELL, que foi lançado no mercado no final de outubro, também vem do centro de desenvolvimento de células de combustível em Nabern. 

Os componentes e a unidade de motorização foram submetidos a testes rigorosos individuais e de resistência em várias bancadas de teste. Os primeiros protótipos também foram construídos aqui.

Já existe um novo projeto na agenda após a conclusão do desenvolvimento do Mercedes-Benz GLC F-CELL: nos próximos anos, a tecnologia de célula de combustível também está pronta para eletrificar o Citaro da Mercedes-Benz. 

No passado, várias dezenas de autocarro citadinos Citaro FuelCELL Hybrid já mostraram a sua utilidade no serviço ao público. Para usar a tecnologia em outros segmentos de tecnologia automóvel e permitir grandes volumes de produção no futuro, a Mercedes-Benz Fuel Cell já se encontra a desenvolver ainda mais o sistema de célula de combustível para garantir que possa ser incorporada de forma flexível em outros modelos de produção do grupo Daimler-Mercedes.

autonews.pt @ 4-1-2019 18:54:20