Citroën B-Parts: assistir veículos a custos controlados

Fácil acesso a peças sobressalentes de origem a preços competitivos

Num contexto económico e ambiental tenso, os consumidores estão cada vez mais sensíveis e atentos às ofertas de produtos provenientes da economia circular. Verdadeira alternativa numa economia que enfrenta uma escassez de peças e um aumento dos preços, as peças usadas são, em média, 70% mais baratas do que as peças novas. Elas respondem, assim às expectativas dos automobilistas que procuram soluções para manter os seus veículos com custos mais baixos, permitindo-lhes conservar a sua mobilidade.

autonews.pt @ 10-11-2022 13:35:53

A oferta de peças usadas Citroën inclui mais de 200.000 referências em stock, divididas por sete famílias de produtos: carroçaria, iluminação, peças elétricas e eletrónicas, interiores, motor, transmissão e, finalmente, suspensão. Esta oferta consta do catálogo da B-Parts, líder europeia na distribuição online de peças de substituição para automóveis, empresa em que o grupo Stellantis investiu em 2020.

Todas as peças do catálogo são originais e provêm de veículos em fim de vida (VFV) desmantelados por uma rede composta por uma centena de parceiros profissionais certificados em toda a Europa, sendo já comercializadas em mais de 155 países de todo o mundo.

Acessíveis desde o início de setembro no site de internet da marca num vasto número de países europeus – Portugal, Alemanha, Espanha, França, Itália, Holanda, Bélgica, Irlanda, Áustria, Finlândia, Dinamarca, Lituânia, Noruega, Suécia e Suíça - a oferta de peças originais sobresselentes Citroën provenientes da economia circular está garantida por um período de 12 meses, num compromisso da marca dos chevrons e da B-Parts junto dos seus clientes, em termos da qualidade dos produtos.

No site, a busca das peças faz-se através da indicação da matrícula do veículo ou da referência da peça de origem. É também possível fazer uma seleção por modelo de veículo, permitindo mostrar todas as peças de substituição disponíveis em todas as famílias de produtos do catálogo, com prazos de entrega entre um e quatro dias.


O cliente pode, assim, substituir uma peça, elemento não inicialmente planeado por não ser essencial, de modo a melhorar o estado geral do seu veículo, como seja a lâmpada do plafonier, um para-sol ou um elevador de vidros.

Um sistema de alerta permite que o cliente seja notificado quando um produto que, antes se encontrava indisponível, voltou a constar do stock de peças. Os preços são apresentados de uma forma transparente e incluem IVA e custos de entrega, bem como as datas de disponibilidade e de entrega. O atendimento ao cliente está disponível de segunda a sexta-feira por e-mail, telefone ou chat, permitindo acompanhar o proprietário da viatura na sua encomenda da peça compatível com a reparação necessária. As devoluções podem ser feitas no prazo de 14 dias.

Estas peças reutilizáveis também podem ser encomendadas pela rede de reparadores da Citroën - através de um acesso dedicado Service Box -, que poderão realizar os serviços de montagem associados ao pedido do cliente.

O acesso a uma oferta dedicada de peças reutilizáveis Citroën confirma o compromisso da marca para com a abordagem eco responsável, bem como o seu desejo de responder às preocupações económicas e ambientais dos seus clientes. Um compromisso sublinhado ao nível da Stellantis, grupo que criou uma divisão de Economia Circular –no âmbito do plano estratégico “Dare Forward 2030” – cujo objetivo é oferecer soluções de produtos e serviços acessíveis e responsáveis, sem comprometer a qualidade.

autonews.pt @ 10-11-2022 13:35:53


Clique aqui para ver mais sobre: Sabia que, Curiosidades sobre Carros / Automóveis