Geely e o Grupo Renault vão criar uma empresa de grupos propulsores

Cada uma com 50% de participação na nova empresa

A Geely e o Grupo Renault assinaram um acordo-quadro não vinculativo, para criar um novo líder global para desenvolver, fabricar e fornecer os melhores grupos propulsores híbridos da classe e grupos propulsores ICE altamente eficientes.

autonews.pt @ 9-11-2022 15:13:16

Nos termos deste acordo-quadro, a Geely e o Grupo Renault deterão participações equitativas de 50-50 na nova empresa.

A nova empresa será um fornecedor global, independente, de soluções de sistemas de propulsão, produzindo sistemas híbridos de propulsão da próxima geração e desenvolvendo tecnologias livres de carbono e de baixas emissões, a partir de cinco centros globais de I&D. No lançamento, a nova empresa deverá fornecer múltiplos clientes industriais, incluindo a Renault, Dacia, Geely Auto, Volvo Cars, Lynk & Co, Proton e, também, a Nissan e a Mitsubishi Motors Company. No futuro, a parceria poderá também oferecer tecnologias de grupos propulsores a outras marcas de automóveis.

A nova empresa está planeada para operar 17 unidades de produção, em três continentes, empregando cerca de 19.000 pessoas no total. Terá uma capacidade combinada de mais de 5 milhões de motores de combustão interna, híbridos, híbridos plug-in e transmissões por ano, fornecendo mais de 130 países e regiões. A carteira conjunta de produtos da nova empresa e, a sua pegada regional, poderão oferecer soluções para 80% do mercado global de ICE (Motores de Combustão Interna).

A nova empresa acolherá parceiros e acionistas atraídos pela oportunidade de contribuir para os ecossistemas de emissões baixas e nulas ao longo do seu “ciclo de vida", que serão líderes da indústria a nível mundial.

Espera-se que este acordo-quadro conduza a uma combinação formal em 2023. São de prever anúncios com mais detalhes, sobre a nova entidade, nos próximos meses.

autonews.pt @ 9-11-2022 15:13:16


Clique aqui para ver mais sobre: Sabia que, Curiosidades sobre Carros / Automóveis