Atração pelo mar: o tubarão é um ‘culto’ na Opel

A origem da história

Os tubarões são uma tendência muito em voga na Opel. Por vezes mais à vista, outras menos visíveis, eles vão “nadando” dentro de vários modelos da marca. Podem ser encontrados no novo Opel Mokka ou no bem sucedido e premiado Opel Corsa. Mas foi uma longa viagem até estes “grandes predadores em miniatura” se estabelecerem na Opel. Embora não tenha sido uma total surpresa, uma vez que a marca teve inclinação, durante décadas, para os motivos relacionados com o mar.

autonews.pt @ 5-5-2021 11:05:55

Os modelos Kadett, Admiral e Kapitän foram os primeiros a zarpar, “navios almirante” Opel de outrora que encantaram milhões de utilizadores graças a ‘design’ inconfundível, conforto e fiabilidade a toda a prova. A Opel mantinha a sua afinidade com o mar, mas, com o passar do tempo, foi-se deslocando para as criaturas abaixo da superfície.

Em 1970, a Opel apresentou o Manta, um coupé desportivo cuja carroçaria ostentava orgulhosamente um emblema em forma de raia, modelo que, ainda hoje, causa sensação e que está de regresso sob a forma de Manta GSe ElektroMOD, zero emissões, para grande satisfação de muitos admiradores.

Tendo dado grande importância à precisão do desenho do lendário emblema do Manta, os ‘designers’ da Opel mantiveram o mesmo nível de atenção ao detalhe na sua dedicação ao tubarão, que perdura há mais de uma década e meia. “Começou há 17 anos e evoluiu para se tornar num verdadeiro culto”, explica um dos diretores de Design da Opel, Karim Giordimaina.

A história do tubarão: Como a ideia de uma criança se tornou num ‘culto’


De onde vêm, então, os tubarões? Recuemos a 2004, quando, num certo domingo, Dietmar Finger, então ‘designer’ da Opel, estava em sua casa a desenvolver um projeto de ‘design’ para o novo Corsa. Mais precisamente, estava a trabalhar na lateral exterior do porta-luvas, uma peça “banal” e que está, grande parte do tempo, escondida dos olhares de todos, sendo apenas visível quando se abre esse pequeno compartimento, situado do lado do passageiro. Quando aberto, esse painel deve proporcionar uma total estabilidade, entre outras, obtida através de reforços transversais na sua superfície de plástico.

O ‘designer’ tinha, então, de desenhar esses reforços e, quando estava a meio desse trabalho, o seu filho passou, olhou para o esboço e perguntou: “Pai, porque não desenhas um tubarão?”

“E porque não?” – pensou Finger para si próprio, dando aos ditos reforços a forma de um tubarão. Nascia assim uma ideia e uma nova tradição, levando-se para produção um porta-luvas com um tubarão integrado. A partir daí, a história de sucesso do “tubarão Opel” seguiu o seu curso, tendo Giordimaina, na altura responsável pelo Design Interior do Zafira, também escondido três pequenos tubarões no habitáculo do versátil monovolume compacto. Seguiram-se outros “avistamentos de tubarões”, primeiro no Opel ADAM, depois no atual Opel Astra e, por fim, noutros modelos de passageiros, do Opel Crossland e Opel Grandland X ao Opel Insignia.

Tal tornou-se num verdadeiro fenómeno de ‘culto’ a nível interno, na Opel. Desde então, cada responsável pelo ‘design’ de interiores certifica-se de que no final do processo de desenvolvimento há pelo menos um tubarão “a nadar” algures nesse interior. Curiosidade: normalmente, os tubarões só são “descobertos” na altura do lançamento do novo modelo.

A saga continua: os tubarões também vão aparecer nos futuros modelos Opel


Para Giordimaina, o tubarão tornou-se numa importante característica da Opel ao longo dos anos, não se circunscrevendo apenas aos porta-luvas: “Sempre que lançamos um novo modelo, os jornalistas perguntam-nos agora onde estão os tubarões, pelo que encorajo sempre os nossos ‘designers’ a esconder os tubarões no interior de novos projetos. Carinhosamente representados, estes predadores representam algo que distingue a Opel: a paixão pelos nossos automóveis. Temos paixão pelo ‘design’ dos nossos veículos e somos detalhados em cada pormenor. Somos acessíveis, humanos e fazemos tudo com um sorriso nos lábios, sendo exatamente isto que queremos que os nossos clientes sintam.”

Os tubarões irão, assim, continuar a aparecer em futuros modelos da Opel, por vezes mais à vista, outras vezes mais dissimulados. Dependendo do modelo Opel, os tubarões podem muito bem mudar de território nas “profundezas” do habitáculo.

autonews.pt @ 5-5-2021 11:05:55

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Sabia que, Curiosidades sobre Carros / Automóveis