Novo Dacia Spring Electric - Uma nova r-EV-olução

A revolução elétrica da Dacia

A Dacia mudou a face da indústria automóvel com um inovador modelo económico e com a sua gama de automóveis. Em 2004, o Logan veio democratizar a compra do automóvel “novo”, o Duster abalou por completo o segmento dos SUV, enquanto o Sandero é o líder de vendas de automóveis de passageiros a particulares na Europa.

autonews.pt @ 19-10-2020 12:38:21

A Dacia abre todo um novo capítulo na sua história, com a apresentação do seu modelo 100% elétrico. Uma chegada ao efervescente segmento dos citadinos elétricos, anunciada em março de 2020, com a revelação do concept Dacia Spring Electric.

Agora, a Dacia apresenta a versão de produção do Spring Electric, acompanhada de duas variantes, nunca antes vistas, que visam uma mobilidade mais sustentável: uma versão adaptada à partilha de automóvel, para uma mobilidade elétrica partilhada, e uma versão comercial denominada Cargo, que se destina às entregas de último quilómetro (last mile), sem emissões poluentes.

Como não podia deixar de ser, o Spring Electric é uma verdadeira revolução: será o citadino elétrico mais acessível do mercado e torna a mobilidade elétrica ainda mais abrangente. Com um disruptivo look de SUV, apresenta uma habitabilidade referencial, uma motorização elétrica simples e fiável, como é apanágio da Dacia.

A Dacia adaptou o conceito de mobilidade elétrica à sua filosofia, de oferecer automóveis contemporâneos, que respondam a necessidades essenciais: o Spring Electric é um pequeno automóvel elétrico espaçoso, robusto e proposto a um preço verdadeiramente imbatível.

O início das encomendas do Novo Dacia Spring Electric está previsto para a primavera de 2021, com uma gama e uma oferta comercial simples: bateria já incluída no preço de aquisição e dois níveis de equipamento.

Um cítadino “cool” com um look disruptivo SUV

Primeiro compacto citadino da Dacia, o Spring Electric rompe os cânones instituídos para os automóveis elétricos “convencionais”. A altura ao solo mais elevada, as proteções nas cavas das rodas e as barras de tejadilho, transmitem-lhe um ar aventureiro ideal para enfrentar a “selva” urbana.

As linhas assertivas estão recheadas de atributos inspirados no universo dos SUV, como o alargamento das cavas das rodas, as barras de tejadilho, as proteções inferiores na dianteira e na traseira, ou a maior altura ao solo (150 mm em vazio), que transmitem uma inegável sensação de robustez. Ainda assim, o Spring Electric é um verdadeiro citadino já que, ao contrário do que as aparências sugerem, as dimensões são contidas: 3,73 metros de comprimento, 1,62 metros de largura (sem retrovisores) e 1,51 metros de altura. 

Uma identidade marcante

O Spring não passa despercebido. A dianteira transmite uma personalidade forte e vincada, com os faróis dianteiros afilados em LED, cuja linha horizontal se prolonga até à grelha, um capot com nervuras proeminentes e volumosos para-choques.

Detalhe distintivo dos automóveis elétricos, a grelha dianteira do Spring é fechada, com relevos em 3D, e dissimula, com elegância, a tampa que dá acesso ao ponto de recarga cuja abertura é operada a partir do habitáculo. As óticas traseiras apresentam uma nova assinatura luminosa da Dacia, em forma de Y.

Com uma personalidade forte, o Spring Electric assume, sem preconceitos, um desenho irreverente, reforçado por um pack colorido disponível na versão de lançamento: os retrovisores, a parte decorativa das barras de tejadilho e a moldura dos faróis de nevoeiro dianteiros são cor de laranja. Com esta decoração, a mobilidade elétrica conjuga, na perfeição, o estilo e a diversão.

A traseira, na sua metade superior, é inspirada na vocação urbana e familiar do Spring, com um óculo traseiro curvo, farolins arredondados e curvas suaves. Na zona inferior, os detalhes estéticos remetem para o mundo dos SUV: o para-choques traseiro conta com uma proteção não pintada e um patim em tons de cinza claro, os refletores estão embutidos em falsas saídas de ar e os guarda lamas são nervurados. Estes detalhes estéticos ajudam a tornar a traseira do Spring mais dinâmica e agressiva.

Com um raio de viragem de apenas 4,8 metros, o Spring Electric serpenteia facilmente em ambiente urbano. O sistema de auxílio ao estacionamento, que está disponível como opção, oferece avisos sonoros e visuais, graças ao recurso a três radares de ultrassons colocados no para-choques traseiro e a uma câmara de marcha atrás que transmite a imagem para o écran do sistema multimédia e que inclui, ainda, as linhas-guia dinâmicas para melhor avaliar o posicionamento do Spring.


Uma habitabilidade referencial

O Dacia Spring oferece um interior espaçoso e uma bagageira volumosa. Acolhedor e muito bem equipado, o habitáculo recebe, confortavelmente, quatro adultos.

Apesar das dimensões compactas de citadino de cinco portas, o Spring oferece quatro verdadeiros lugares para adultos. Com uma altura interior generosa e um raio de 100 mm ao nível dos joelhos, os lugares traseiros do Spring acolhem, com facilidade, ocupantes de maior estatura. Os ocupantes dos bancos dianteiros podem tirar partido de 23,1 litros de capacidade em espaços de arrumação, repartidos entre o porta-luvas, as bolsas nas portas e os espaços na consola central. Atrás, os passageiros dispõem de bolsas colocadas nas costas dos bancos dianteiros.

A mala do Spring oferece a maior capacidade de carga do segmento: 300 litros (sem contar com o espaço sob o piso reservado para a roda de reserva, que é opcional). Uma volumetria que é digna do segmento acima. Para aumentar a modularidade e versatilidade, o banco traseiro é rebatível, o que permite aumentar a capacidade para os 600 litros.

Uma lista de equipamento generosa

O equipamento de série inclui a direção de assistência variável 100% elétrica, o fecho centralizado com comando à distância e os quatro vidros elétricos.

Um écran numérico de 3,5” marca presença entre os mostradores principais e o reconhecimento vocal, através do Google ou da Apple, pode ser ativado, facilmente, através de um comando colocado no volante.

O ar condicionado manual, o sistema multimédia, o comando elétrico dos retrovisores e uma verdadeira roda suplente estão disponíveis como opção.

O equipamento multimédia Media Nav, disponível em opção, inclui um elegante e sofisticado écran tátil de 7 polegadas, o rádio DAB, a compatibilidade com o Apple CarPlay e o Android Auto, a ligação Bluetooth e uma tomada USB. O reconhecimento de voz (via smartphone) pode ser ativado através de um comando no volante.

Uma motorização elétrica simples e fiável

Fiel à filosofia de modelos Dacia, o Spring Electric será económico na compra e na utilização. Comercializado a um preço imbatível e com uma autonomia de 225 km em ciclo WLTP, o Spring defende a simplicidade, a versatilidade, a fiabilidade e a robustez. Argumentos que correspondem, na perfeição, aos atributos de uma motorização 100% elétrica.

A motorização 100% elétrica, com 33 kW (equivalentes a cerca de 44 cv), está acoplada a uma bateria de 26,8 kWh de capacidade. Esta tecnologia beneficia de toda a experiência do Grupo Renault. São dez anos de conhecimento acumulado que é único no mundo.

O Spring Electric será muito mais económico na utilização do que um congénere com motor de combustão, já que os custos com energia e manutenções são bastante inferiores.

Para uma maior liberdade de ação, o Spring oferece uma alargada escolha de formas de recarga: numa tomada doméstica de 220V, graças ao cabo fornecido de série, numa Wallbox (com o cabo proposto em opção) ou numa ligação DC (em opção).

A duração da carga da bateria de iões de lítio é de:

•          Menos de 1 hora para uma carga de 80% numa ligação DC 30 kW

•          Menos de 5h para uma carga de 100% numa Wallbox de 7,4 kW

•          Menos de 8h30 para uma carga a 100% numa Wallbox de 3,7 kW

•          Menos de 14h para uma carga de 100% numa tomada doméstica de 2,3 kW

A partir de um smartphone, a aplicação gratuita MY Dacia permite conhecer, em tempo real, a capacidade da bateria, a autonomia restante em quilómetros, pré-regular a temperatura do habitáculo (climatização) e localizar o automóvel. Sempre que o Spring Electric está ligado à tomada, a aplicação permite ainda conhecer a progressão da carga e de a iniciar ou parar sempre que quiser.

Sem necessidade de óleo e com um reduzido número de peças móveis quando comparado com um motor térmico, o motor elétrico é fiável e menos oneroso de manter que um congénere de combustão interna. O Dacia Spring tem uma garantia de 3 anos ou 100 000 kms e as baterias têm uma garantia de 8 anos ou 120 000 kms.


Uma autonomia tranquilizadora

O Spring Electric oferece uma autonomia de 225 km no ciclo WLTP e de 295 Km no ciclo WLTP City (ciclo de homologação que compreende apenas o trajeto urbano homologado), o que lhe garante uma grande versatilidade de utilização, tanto em circuito urbano como extra-urbano.

Na Europa, neste segmento A (citadinos), a distância média percorrida diariamente é de 31 km. Tendo em atenção este dado, o Spring não precisaria de mais do que uma carga por semana.

A autonomia pode ainda aumentar em quase 10% se pressionar o botão ECO no tablier, uma função que, quando ativada, limita a potência aos 23 kW (em vez dos habituais 33 kW) e a velocidade máxima aos 100 km/h.

Uma motorização elétrica oferece inúmeras vantagens na utilização: resposta imediata à aceleração (um binário de 125 Nm disponível desde o arranque), ausência de passagens de caixa, o quase completo silêncio de funcionamento e a total ausência de vibrações. O prazer de andar elétrico é para ser usado sem moderações, já que o Spring, quando em utilização não emite qualquer emissão poluente ou de CO2. 

Segurança a bordo

O Spring conta com vários equipamentos de segurança propostos de série como: o limitador de velocidade, o ABS, o ESP, repartidor eletrónico de travagem, 6 airbags, botão de emergência (SOS), iluminação automática dos faróis e a travagem automática de emergência.

Ativo entre os 7 e os 170 Km/h, este sistema deteta, através de um radar colocado na dianteira, a distância para o automóvel da frente (esteja este parado ou em movimento). Se o sistema detetar um risco iminente de colisão, alerta o condutor através de sinais sonoros e visuais, antes de ampliar a capacidade do sistema de travagem caso o condutor atue sobre os travões ou, caso este não reaja atempadamente ou com potência suficiente, o sistema atua automaticamente.

O Spring Electric é económico na aquisição, mas também na utilização: o custo de utilização (TCO ou Total Cost of Ownership) é mais reduzido do que o de um automóvel de combustão equiparado. O Spring Electric oferece mesmo o TCO mais baixo do mercado (considerando automóveis elétricos ou com motores de combustão).

Uma solução adaptada à partilha de automóvel

Na Europa, a utilização média de um automóvel de condução partilhada (car sharing) é de 40 minutos e a distância percorrida de 8 quilómetros. O Dacia Spring enquadra-se perfeitamente neste tipo de serviço: é 100% elétrico, simples de conduzir, fiável e robusto. Para além disso, o seu posicionamento de preço permite-lhe estar perfeitamente alinhado com o modelo económico da partilha de automóvel e com as expetativas dos clientes.

Apoiada na experiência adquirida com a ZITY, o serviço de partilha de automóvel operado pelo Grupo Renault e pela Ferrovial em Madrid e Paris, a Dacia desenvolveu uma versão específica do Spring para este mercado de “auto partilha”. Este encontra-se pré-equipado para receber a tecnologia dos diferentes operadores, que lhes permitem efetuar a geolocalização das viaturas e permite a abertura das portas com a ajuda de um smartphone.

No habitáculo, o condutor encontrará o ambiente do seu fornecedor do serviço de partilha no écran, graças à replicação das informações através do smartphone (Apple CarPlay e Android Auto). Este irá dispor ainda de um sistema de navegação e da ajuda ao estacionamento (sensores de radar e câmara de marcha-atrás na retaguarda).

E ainda uma versão comercial cargo

Vocacionado para o segmento profissional, o Spring Electric Cargo vê a bagageira estendida ao lugar que ocupava o banco traseiro, recebe um revestimento em plástico durável no piso e na zona ocupada pelas cavas das rodas, quatro anéis de fixação e uma antepara que divide a zona de carga dos passageiros da frente.

O comprimento da área de carga desta versão específica é de 1033 mm, a capacidade da mala de 800 litros e a carga útil é de 325 quilos.

autonews.pt @ 19-10-2020 12:38:21

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Carros elétricos - notícias e tecnologia