Toyota e Denso estabelecem parceria

Semicondutores para a próxima geração de veículos

Parceria procura acelerar investigação e desenvolvimento (I & D) para a mobilidade do futuro, que a Toyota designa como veículos CASE (Connected, Automated, Shared, Electrified) Conectados, Autónomos, Partilhados e Eletrificados.

autonews.pt @ 16-7-2019 12:49:16

A Toyota (TMC) e a DENSO anunciaram recentemente um acordo para uma “joint venture” para investigação e desenvolvimento avançado de semicondutores para a próxima geração de veículos Toyota e Lexus. As duas empresas irão estudar os detalhes desta parceria em abril de 2020.

Com cada vez mais eletrónica colocado nos veículos, o número de semicondutores no veículo também aumentou, e o desempenho desses semicondutores tem melhorado continuamente. Para criar um futuro de mobilidade segura e sustentável, é necessário desenvolver semicondutores da próxima geração que sejam parte integrante de inovações tecnológicas CASE, para realizar veículos cada vez mais conectados e autónomos, para uma mobilidade partilhada e eletrificada.


Em junho de 2018, a DENSO e a Toyota concordaram em consolidar as funções de produção e desenvolvimento de componentes eletrónicos na DENSO. Com base neste acordo, a DENSO tem concentrado esforços para alcançar um sistema de produção e desenvolvimento rápido e competitivo.

A DENSO decidiu estabelecer a nova empresa de I&D avançado de semicondutores em veículos e deste modo fortalecer a I&D de semicondutores. A DENSO e a Toyota já acordaram a percentagem de cada empresa nesta parceria que pretende acelerar a velocidade de desenvolvimento, aproveitando ao máximo o conhecimento da Toyota do ponto de vista da mobilidade.

A nova empresa irá realizar pesquisas avançadas sobre a estrutura básica e o método de processamento da próxima geração de semicondutores e desenvolver componentes eletrónicos, tais como, módulos de energia para veículos elétricos e sensores de monitorização periférica para veículos autónomos, contribuindo para a criação do futuro da mobilidade.

autonews.pt @ 16-7-2019 12:49:16