Tração integral ‘high-tech’ no Opel Grandland Hybrid4

Um SUV que dá prazer de condução e segurança no inverno

A Opel conta com um modelo com tração integral ideal para uma utilização sob condições atmosféricas adversas, ou sobre pisos de menor aderência,: o novo Opel Grandland Hybrid4 – o SUV topo de gama (consumos  de 1,3-1,2 l/100 km e emissões de CO2 31-29 g/km WLTP; ponderados, combinados) não se limita a conferir um enorme prazer de condução sob essas condições mais extremas; o sistema de tração integral de última geração do SUV topo de gama da Opel oferece, também, elevados nível de segurança. 

autonews.pt @ 27-1-2022 12:30:22

Novo Opel Grandland Hybrid4: o melhor de dois mundos

O novo Opel Grandland Hybrid4 combina a potência de um motor a gasolina 1.6 sobrealimentado (turbo) e dois motores elétricos para obter até 300 cv de potência total do sistema. A propulsão elétrica consiste em dois motores elétricos nos eixos dianteiro e traseiro. A potência do motor elétrico dianteiro corresponde a 110 cv e a do motor traseiro a 113 cv.

O motor elétrico dianteiro transfere a sua potência para as rodas dianteiras através de uma transmissão automática eletrificada de oito velocidades. O segundo motor elétrico e o diferencial estão integrados no eixo traseiro, o que faz do Grandland Hybrid4 um veículo de tração integral permanente com tração otimizada.

Além disso, o elevado binário dos motores elétricos está disponível de imediato no momento da aceleração, proporcionando a melhor tração em superfícies de baixa aderência. A velocidade máxima deste híbrido “plug-in” é de 235 km/h.


Quatro modos de condução: tração para as subidas, eficiência para a cidade

No Opel Grandland Hybrid4, os condutores podem escolher entre quatro modos de condução diferentes, em função das suas preferências e necessidades:

• No modo “Tração Integral”, o Grandland Hybrid4 é propulsionado pelas rodas dianteiras e traseiras.

• O modo “Desportivo” combina a potência do motor de combustão e do motor elétrico para um estilo de condução mais dinâmico.

• No modo “Elétrico”, o Grandland Hybrid4 é propulsionado apenas por eletricidade. Na maioria dos casos, a propulsão é fornecida pelo motor elétrico traseiro, adicionando o motor dianteiro quando o condutor exige mais potência ao pressionar o acelerador. Em aceleração brusca (‘kick-down’), o motor de combustão entra também em ação temporariamente para fornecer a potência máxima. Em modo 100% elétrico, a velocidade máxima é de 135 km/h.

• O modo “Híbrido” dá prioridade à otimização do consumo de combustível do veículo. O motor a combustão e o(s) motor(es) elétrico(s) funcionam em conjunto ou alternadamente, dependendo das condições de utilização e do estilo de condução.

A travagem regenerativa capta a energia cinética durante a desaceleração, a qual, de outra forma, seria dissipada sob a forma de calor. O cliente pode escolher entre dois modos de recuperação que transformam os motores elétricos em geradores, para que a energia elétrica possa ser devolvida à bateria de 13,2 kWh, onde fica armazenada.

autonews.pt @ 27-1-2022 12:30:22

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Auto News, Mercado Automóvel e Novidades