Mazda Parkway

Um unicórnio de motor rotativo

A Mazda decidiu lembrar-nos um dos veículos com motor rotativo mais raros e fora do comum jamais produzidos, o autocarro Parkway, conceito em que a Mazda integrou um motor rotativo de base Wankel.

autonews.pt @ 22-6-2021 16:44:00

A Mazda é conhecida por vários automóveis desportivos equipados com um motor rotativo, destacando-se, entre eles, o Mazda RX-7, sucesso de vendas a nível mundial e um bem-sucedido carro de corridas, o Mazda 787B, vencedor em Le Mans, e o impressionante Mazda RX-8 de produção, com as suas portas do tipo freestyle. No entanto, houve uma espécie de unicórnio que se imiscuiu entre as berlinas, carrinhas e coupés com motor rotativo da Mazda, diferindo, em muito, dos seus familiares: um miniautocarro.

Parkway, o miniautocarro da Mazda

Remonta a 1960 a data em que a Mazda começou a construir miniautocarros. Destinados a suprir as necessidades de transporte de pequenas empresas, hotéis, escolas e restaurantes, o Mazda Light Bus tornou-se rapidamente famoso pelas suas qualidades e pelo seu grande conforto.

Devido ao design freestyle das portas traseiras, a versão original também servira de ambulância. O Light Bus evoluiria, depois, ao longo dos anos seguintes, estreando-se em 1965 como um veículo de 25 lugares, para utilização do público em geral, um ano após ter surpreendido quem visitou o Salão Automóvel de Tóquio, fruto de um design extremamente futurista, que viria a ser adotado na versão de produção.

Com o aumento da procura de miniautocarros, em 1972 a Mazda lançou uma versão totalmente remodelada e rebaptizada do pequeno utilitário. Nascia o Mazda Parkway 26 (o nº “26” a capacidade máxima de passageiros), um veículo que tinha algo de especial, sendo construído com um elevado padrão de segurança, proporcionando conforto aos seus passageiros com equipamentos como um rádio, um potente aquecimento para os dias frios de Inverno, um tejadilho revestido e outros requintes para uma viagem cinco estrelas.


Um coração rotativo

Até essa altura todos os autocarros Mazda contavam com motores de pistões, pelo que, qual a razão que levaria a Mazda a criar um autocarro com um motor rotativo? A poluição estava a tornar-se num problema à escala mundial, pelo que a Mazda decidiu introduzir o ecológico motor rotativo no seu programa “Parkway” de 1974, criando o exclusivo Mazda Parkway Rotary 26. O motor rotativo 13B, de baixas emissões, tornado célebre devido ao desportivo Mazda RX-3, excedia, amplamente, os requisitos japoneses em matéria de emissões de gases de escape, ao mesmo tempo que proporcionava uma performance excecional, mantendo o silêncio e a suavidade do bloco rotativo.

No entanto, existia um pequeno problema: embora o miniautocarro rotativo estivesse à frente do seu tempo em termos de emissões, a eficiência de consumos continuava a ser um problema. Quando equipado com o ar condicionado (então um opcional), necessitava de recorrer a um motor de pistões de 1.000 cc. Em combinação com os dois depósitos de combustível de 70 litros, necessários devido ao elevado consumo do motor rotativo, o peso do veículo viu-se aumentado em cerca de 400 quilos, aumentando ainda mais o débito de combustível.

Os elevados custos conduziam a números de produção muito baixos, uma vez que as pequenas empresas não conseguiam comprar um Parkway com motor rotativo. Até 1976, só se produziriam 44 unidades do Rotary 26, tornando-o extremamente raro entre todos os veículos rotativos produzidos e numa peculiar aparição na história dos veículos Mazda.

Em 1982, surgiria nos Concessionários Mazda uma nova geração do miniautocarro Parkway, já sem esse pequeno bloco rotativo, variante que viria a ser descontinuada em 1995.


Uma história sobre o Parkway

Apesar de ser hoje um exemplar extremamente raro, a família Frey de Augsburg, na Alemanha, conseguiu adquirir um autocarro Parkway de motor rotativo, exemplar que se encontra presentemente exposto no seu Mazda Classic - Automobil Museum Frey, num processo que se traduziu numa autêntica aventura.

"Um amigo de um amigo conhecia alguém no Japão que tinha um exemplar para venda", relembra Joachim Frey. "Assim, sem hesitar, entrámos em contacto com o concessionário local e comprámos o autocarro sem sequer o ver. Não sabíamos que surpresas nos esperavam. Foi-nos enviado para o porto de Roterdão, onde finalmente pudemos ver este raro veículo. Claro que este precisava de alguns trabalhos de reparação, mas o motor arrancou de imediato e seguiu pela estrada até Augsburg."

Desde então, o Parkway Rotary 26 está operacional e a funcionar, impressionando todos os visitantes do Mazda Classic - Automobil Museum Frey. "Este Parkway Rotary foi anteriormente utilizado como autocarro escolar e tem um lugar de destaque na nossa colecção. Proporciona uma sensação de condução muito diferente, já que permite sentir a sensação de turbina do motor rotativo e, embora seja um autocarro, comporta-se realmente como um automóvel. Oferece uma condução muito simples e confortável", sublinha Joachim Frey.

Hoje a família Frey mantém uma relação de proximidade com o vendedor deste Parkway Rotary 26: "Demos-lhe a alcunha de 'Bus Man' e ele até se apresenta assim sempre que nos telefona."

autonews.pt @ 22-6-2021 16:44:00

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Auto News, Mercado Automóvel e Novidades