Volvo Cars e NVIDIA trabalham juntos

Reforço de parceria para a condução autónoma

A Volvo Cars anuncia a expansão da sua parceria com a NVIDIA de forma a poder utilizar a tecnologia NVIDIA DRIVE Orin™ system-on-a-chip (SoC), o que irá reforçar o processamento computacional necessário para o objetivo da condução autónoma na próxima geração de automóveis Volvo.

autonews.pt @ 14-4-2021 11:18:32

Uma larga capacidade de processamento é um dos pré-requisitos para sistemas de condução autónoma seguros. A NVIDIA DRIVE Orin é uma plataforma computorizada de inteligência artificial para a indústria automóvel que será capaz de operar uns incríveis 254 tera (ou 254 triliões) de operações por segundo (TOPS).

A Volvo Cars pretende ser o primeiro fabricante automóvel a utilizar a NVIDIA DRIVE Orin na sua próxima geração de modelos, que terão por base a nova plataforma SPA2. O primeiro automóvel a ser equipado com a tecnologia SoC será a nova geração do Volvo XC90, que será revelado no próximo ano.

“Acreditamos nas parcerias com as principais empresas mundiais de tecnologia para construir os melhores automóveis Volvo. Com a ajuda da tecnologia NVIDIA DRIVE Orin, podemos elevar ainda mais a segurança na nossa próxima geração de automóveis”. Henrik Green – CTO da Volvo Cars.

A Volvo Cars, impulsionada pelo seu compromisso inabalável para com a segurança, pretende utilizar o NVIDIA DRIVE Orin no seu sistema central, para a condução autónoma.

Este será um elemento-chave para atingir uma condução autónoma segura e com atualizações constantes. Irá funcionar em conjunto com o software desenvolvido internamente pela Volvo e pela Zenseact, empresa de software de condução autónoma e também com os sistemas de backup para a condução e travagem.

A capacidade adicional de processamento e de processamento gráfico proporcionados pelo NVIDIA DRIVE Orin permitem a utilização de sensores avançados como a tecnologia LiDAR desenvolvida pela Luminar, outro dos parceiros tecnológicos da Volvo Cars.

A nova Plataforma SPA2 da Volvo Cars estará disponível para receber a tecnologia de condução autónoma desde o início da sua produção. O seu novo sistema, denominado Highway Pilot, será ativado uma vez reunidas as condições de segurança necessárias.

O acordo anunciado representa mais um passo na parceria já existente entre a Volvo Cars e a NVIDIA. Recorde-se que, em 2018, a Volvo Cars já havia anunciado que iria utilizar a tecnologia NVIDIA DRIVE Xavier SoC nos automóveis baseados na plataforma SPA2.

A unidade de processamento NVIDIA DRIVE Xavier irá gerir funcionalidades chave do veículo como software, gestão energética e assistência ao condutor. Irá funcionar em conjunto com sistema NVIDIA DRIVE Orin, melhorando ainda mais os níveis de computação, como visão e processamento LiDAR, oferecendo um elevado nível de segurança que será requerido pela condução autónoma.

A Volvo Cars está a centralizar a computação nos seus próximos automóveis para que estes sejam ainda mais seguros, personalizáveis e sustentáveis, com uma capacidade única para serem cada vez melhores. 

Ao desenvolver uma arquitetura central computorizada irá ser possível remover uma boa parcela de complexidade associada à gestão do automóvel. Em vez de depender de várias unidades de controlo eletrónico que gerem recursos e sistemas individuais do automóvel, muito do software será agora desenvolvido internamente e gerido por um computador central. Isto irá permitir atualizações mais frequentes, melhorando constantemente o automóvel através de atualizações OTA (over-the-air).

Os termos financeiros do acordo alcançado entre a Volvo Cars e a NVIDIA estão ainda a ser negociados entre as partes.

autonews.pt @ 14-4-2021 11:18:32


Clique aqui para ver mais sobre: Auto News, Mercado Automóvel e Novidades