Lamborghini encerra o ano de 2020 com 7430 automóveis entregues

E lançou seis novos modelos

A Automobili Lamborghini reagiu com energia e determinação a um ano marcado pelo grande desafio que representou a pandemia mundial. A empresa entregou 7430 automóveis em todo o mundo em 2020, uma redução de apenas 9% por comparação com o ano anterior. 

autonews.pt @ 12-1-2021 17:35:41

A ligeira quebra é claramente atribuível à paragem da produção durante 70 dias na primavera, em cumprimento das ordens do governo italiano e com o objetivo de proteger a saúde dos trabalhadores durante a primeira fase de emergência. Pelo contrário, no segundo semestre foram registados números recorde de vendas, o que se traduziu no melhor segundo semestre da história da marca no que se refere a entregas a clientes.

Confirmou-se que os EUA é o mercado mais importante para a Lamborghini, com 2224 automóveis comercializados, seguido da Alemanha (607), da China continental, Hong Kong e Macau (604), do Japão (600), do Reino Unido (517) e de Itália (347). Os dois países com maior crescimento foram a Coreia do Sul (303 unidades, + 75%) e a Alemanha (607 unidades, +8%).

O SUV Urus, que no ano passado estabeleceu um recorde, com 10 000 unidades produzidas, foi o modelo de maior êxito, com 4391 unidades entregues. As duas gamas de superdesportivos contribuíram de forma significativa para os números de vendas globais: o Huracán V10 registou valores positivos, com 2193 automóveis vendidos (+3%), juntamente com as 846 unidades do Aventador V12 entregues em todo o mundo.

O novo ano de 2021 começa de forma positiva, com um sólido leque de encomendas: tanto assim é, que mais de metade da produção prevista para 2021 está já reservada.


2020 em resumo: do lançamento de seis novos modelos a uma mudança na liderança

Apesar do estado de emergência provocado pela Covid-19, que levou a Lamborghini a uma paragem na sua produção de 70 dias, de março a maio, a empresa cumpriu um intenso programa de lançamentos: seis novos modelos em doze meses.

Em janeiro foi apresentada a versão coupé do novo Huracán EVO RWD.

Em maio, a Lamborghini foi a primeira marca de automóveis a fazer uso da realidade aumentada, no lançamento do Huracán EVO RWD Spyder, a versão descapotável do seu modelo V10 de tração traseira.

O mês de julho trouxe outro automóvel descapotável, mas numa série muito limitada de somente 19 unidades: o Sián Roadster, o primeiro Lamborghini sem tejadilho com uma inovadora tecnologia híbrida, baseada no emblemático motor V12 da marca.

Depois, chegaram o Essenza SCV12, um hiperdesportivo de circuito produzido numa edição limitada a 40 unidades, desenhado pela Lamborghini Squadra Corse e pelo Lamborghini Centro Stile; e o Huracán STO - Super Trofeo Omologata -, inspirado nos modelos de competição Huracán Super Trofeo EVO e GT3 EVO, e homologado para utilização em estrada.

Por último, no final do ano, foi apresentado o SC20: um automóvel para circuito descapotável único, homologado para uso e estrada, que é o primeiro descapotável desenvolvido pelo departamento de competição da Lamborghini e desenhado pelo Centro Stile seguindo os desejos do cliente, que participou no projeto desde os primeiros esquissos elaborados pelos designers da Lamborghini

autonews.pt @ 12-1-2021 17:35:41

Galeria de fotos


Clique aqui para ver mais sobre: Auto News, Mercado Automóvel e Novidades