Novo recorde de produção: Lamborghini celebra Aventador número 10 000

Um Aventador SVJ Roadster

A Automobili alcançou um importante marco histórico com o seu modelo V12: em apenas nove anos, a fábrica de Sant’Agata Bolognese produziu 10 000 unidades do Aventador.

autonews.pt @ 15-9-2020 10:15:49

O veículo com o chassi número 10 000 é um Aventador SVJ Roadster de cor Grigio Acheso (cinzento) com decoração em Rosso Mimir (vermelho) e um interior Ad Personam em Rosso Alala (vermelho) e preto. O automóvel destina-se ao mercado tailandês.

A gama Aventador estreou-se em 2011 na versão coupé com o Aventador LP 700-4. Graças às novas soluções tecnológicas introduzidas, imediatamente se tornou numa nova referência no mundo dos superdesportivos.

A sua inovadora monocoque em fibra de carbono, produzida na fábrica de Sant’Agata Bolognese, é um “monobloco”: ao contrário de outras soluções, combina o cockpit, o piso e o tejadilho do veículo numa única estrutura, garantindo uma rigidez estrutural extremadamente elevada e, assim, a máxima performance em termos de comportamento dinâmico e segurança passiva.

Um novo motor V12 de altas prestações foi desenvolvido para o Aventador LP 700-4: com 700 cv (515 kW) de potência às 8250 rpm, estabeleceu uma nova marca de referência no mundo dos superdesportivos à época da sua chegada ao mercado, permitindo uma excecional aceleração 0-100 km/h em somente 2,9 segundos, e uma velocidade máxima de 350 km/h.

A presença da transmissão robotizada ISR garantia passagens de caixa ultrarrápidas; as suspensões do tipo “push rod” oferecem uma precisão de condução comparável à dos carros de corrida. E, depois, lá estavam as emblemáticas portas de abertura vertical, semelhantes às do lendário Countach e dos modelos V12 que se lhe seguiram.

Em novembro de 2012, a Automobili Lamborghini apresentou a versão roadster do Aventador. O tejadilho é composto por duas secções e é integralmente construído em fibra de carbono, fazendo uso de diferentes tecnologias, incluindo RTM e Forged Composite®, soluções que garantem o maior impacto estético e um peso extremamente reduzido.


De facto, cada secção do tejadilho pesa menos de 6 kg. O pilar traseiro foi redesenhado para proporcionar ao tejadilho removível um suporte apropriado, para alojar um sistema automático de proteção dos passageiros e para ventilar o suficiente o compartimento do motor.

No Salão de Genebra de 2012 foi revelado o Aventador J, um automóvel superdesportivo “aberto”, com o exterior e o interior fundindo-se um no outro, para o qual os engenheiros e os designers de Sant’Agata prescindiram tanto do tejadilho como do clássico para-brisas. O dois lugares de 700 cv (515 kW) apresenta soluções tecnológicas de vanguarda e materiais que demonstram a enorme experiência da Lamborghini na tecnologia da fibras de carbono.

Concebido para viajar a velocidades superiores a 300 km/h, este tipo de experiência extrema também tem, contudo, tudo a ver com exclusividade: o Lamborghini Aventador J foi homologado para utilização em estrada e é um modelo único, destinado a um afortunado entusiasta de obras de arte que são únicas no el mundo.

Em 2016, Automobili Lamborghini revelou o Aventador Miura Homage, uma série especial derivada do Aventador coupé para prestar tributo ao Miura, o antecessor dos superdesportivos com motor V12 da Lamborghini, no ano do seu 50º aniversário. Criado pelo departamento Ad Personam da empresa, e limitado a 50 unidades, o Aventador Miura Homage replica os modelos do Miura original em termos de cores e atributos.

Também em 2016 foi lançado o novo Lamborghini Aventador S, introduzindo um novo design aerodinâmico, uma suspensão redesenhada, mais potência e uma dinâmica de condução completamente reformulada. O “S” identifica versões melhoradas de modelos já existentes de Lamborghini. O Aventador S monta um motor aspirado de 12 cilindros e 6,5 litros, com mais 40 cv de potência o que o modelo anterior, debitando uma potência máxima de 740 cv.

O Aventador S combina quatro obras primas da engenharia: a emoção da condução potenciada pela tração às quatro rodas, a nova suspensão ativa, um inovador sistema de direção às quatro rodas e o novo modo de condução EGO, que permite ao condutor escolher entre vários perfis adicionais de configuração, que podem ser personalizados selecionando os seus critérios preferidos para a tração, a direção e a suspensão, dentro do leque de ajustes STRADA, SPORT e CORSA.


Em 2018 foi introduzido o Aventador SVJ. Por tradição, “SV” significa Superveloce e o “J” representa “Jota”, o que denota a superioridade do veículo em circuito em termos de desempenho. O Aventador SVJ estabeleceu-se já como o mais rápido veículo de produção em série no famoso circuito germânico do Nürburgring-Nordschleife, percorrendo os 20,6 quilómetros do traçado em apenas 6m44s97. A produção SVJ foi limitada a 900 unidades. O SVJ 63, uma edição especial com uma afinação única, que sublinha o uso extensivo da fibra de carbono, foi produzido em somente 63 unidades para render homenagem ao ano em que a Automobili Lamborghini foi fundada: 1963.

Ambos os modelos contam com novos elementos de design orientados no sentido da aerodinâmica: um splitter frontal desconectável, que transmite a sensação de flutuar, ao mesmo tempo que atua como canalizador do fluxo de ar; uma tomada de ar tridimensional no capô, que conduz o fluxo de ar; e um defletor traseiro desenhado para alcançar a melhor eficiência aerodinâmica. Um novo para-choques dianteiro, com aletas laterais integradas, apresenta uma nova entrada de ar e destaca a inclusão do sistema ALA (Aerodinamica Lamborghini Attiva), patenteado pela Lamborghini.

Em 2019 foi desvendado um modelo único, o Aventador S by Skyler Grey, um símbolo da fusão de dois conceitos de arte. De um lado está a arte automóvel da Lamborghini, em que o design único das formas, sempre caraterizadas por linhas tensas, volumes tridimensionais, geometrias e elementos estilísticos do passado, é acompanhado por soluções tecnológicas pioneiras. Por outro lado, a Skyler Grey utilizou as principais técnicas da arte urbano – aerógrafos, pistolas de pulverização, rolos e estampagem) para personalizar a carroçaria do automóvel ao seu típico estilo Pop em laranja e amarelo.

O veículo foi pintado em três semanas, na nova oficina de pintura de Lamborghini. Apesar do elevado nível de complexidade do trabalho, o artista, com o apoio da equipa, deu vida à primeira obra de arte urbana legal sobre quatro rodas.

Em 2019 foi desvendado um modelo único, o Aventador S by Skyler Grey, um símbolo da fusão de dois conceitos de arte. De um lado está a arte automóvel da Lamborghini, em que o design único das formas, sempre caraterizadas por linhas tensas, volumes tridimensionais, geometrias e elementos estilísticos do passado, é acompanhado por soluções tecnológicas pioneiras. Por outro lado, a Skyler Grey utilizou as principais técnicas da arte urbano – aerógrafos, pistolas de pulverização, rolos e estampagem) para personalizar a carroçaria do automóvel ao seu típico estilo Pop em laranja e amarelo.

O veículo foi pintado em três semanas, na nova oficina de pintura de Lamborghini. Apesar do elevado nível de complexidade do trabalho, o artista, com o apoio da equipa, deu vida à primeira obra de arte urbana legal sobre quatro rodas.

autonews.pt @ 15-9-2020 10:15:49


Clique aqui para ver mais sobre: Auto News, Mercado Automóvel e Novidades