Aston Martin RAPIDE E revelado

Segredos do primeiro “eletrificado” da marca

A Aston Martin revelou o Rapide E aquele que será o primeiro veículo completamente elétrico da marca, num trabalho conjunto com a Williams. Os detalhes técnicos são poderosos e a pergunta que fica no ar é: será que o James um dia destes vai conduzir um carro elétrico numa das suas missões no cinema?

autonews.pt @ 14-9-2018 18:49:22

Com o desenvolvimento deste primeiro carro de produção totalmente elétrico da Aston Martin - o Rapide E – a avançar rapidamente, a luxuosa marca britânica confirmou uma série de detalhes técnicos para a edição especial inicial estritamente limitada a 155 unidades.

O Rapide E será alimentado por uma arquitetura elétrica de bateria de 800V com capacidade instalada de 65kWh usando mais de 5.600 células cilíndricas no formato 18650 de íon de lítio. Estes são montados num conjunto de bateria sob medida, onde o V12 original de 6,0 litros, a caixa de transmissão e o tanque de combustível estavam localizados. Este sistema de bateria vai alimentar dois motores elétricos montados na parte traseira, produzindo uma saída combinada um pouco acima de 610 PS e uma capacidade de 950Nm de torque.

A meta de autonomia do Rapide E é superior a 296 km de acordo com o padrão WLTP, e pode ser alimentado num carregador de 400V/50kW ou de forma mais rápida num carregador de 800V com 100kW de capacidade. A velocidade máxima projetada para o Rapide E é de 240 km/h, com um tempo dos 0 aos 100 km de 4 segundos e na declaração da marca esta diz que estes objetivos de performance poderão ser atingidas mesmo quando o veículo não tem as baterias completamente carregadas.


Por forma a maximizar a performance deste carro, o exterior e a parte inferior do carro também foram otimizados aerodinamicamente e complementados com rodas aerodinâmicas recém projetadas. Calçado com pneus de baixa resistência ao rolamento Pirelli P-Zero com espuma com cancelamento de ruído, o Rapide E tem como objetivo atingir níveis mais altos de baixas perdas aerodinâmicas, de atrito e desempenho de arrefecimento.

Está também nos objetivos da marca garantir neste novo modelo a a sensação e carácter do seu Rapid S, este equipado com um motor atmosférico V12. Com vista a conseguir estes objetivos a marca está a revisões do sistema de suspensão e tração a aplicar a este modelo elétrico, mantendo-se a tração traseira.

O Aston Rapid E será construído em St. Athan no país de gales e que terá uma especialização em carros elétricos, dizendo a marca que será a “casa da eletrificação” para as suas marcas Aston Martin e Lagonda. As primeiras entregas aos clientes estão previstas no quarto trimestre de 2019.

autonews.pt @ 14-9-2018 18:49:22