Startup portuguesa selecionada pela Fundação Repsol

A Fundación Repsol deu a conhecer as startups selecionadas que vão fazer parte da aceleradora empresarial do Fundo de Empreendedores, e uma delas é portuguesa. 

autonews.pt @ 6-8-2018 14:26:00

A startup portuguesa selecionada insere-se na categoria de projeto, chama-se Fuelsave, e desenvolveu uma aplicação móvel que permite uma condução segura e ecológica dirigida aos condutores profissionais de frotas de camiões e que ajuda a reduzir até 20% no consumo de combustível.

Nesta sétima edição do Fundo de Empreendedores foram recebidas 364 propostas de todas as partes do mundo. Após um longo processo de avaliação e seleção, foram selecionadas 15 propostas finalistas, das quais, um júri especialista selecionou as sete mais inovadoras cinco na categoria de projetos e duas em ideias.

Esta iniciativa procura apoiar os projetos mais inovadores no território da energia e mobilidade, com o objetivo de que estas cheguem ao mercado o mais rapidamente possível.

Os projetos que vão iniciar o programa de aceleração vão receber até 144.000 euros durante um ano, ampliável por mais um ano, e as ideias serão apoiadas com 24.000 euros.

Para além do apoio económico, os projetos e ideias poderão contar com uma equipa de orientadores que os acompanhará ao longo da fase de aceleração, aconselhamento técnico e legal e formação especializada adequada às suas necessidades. Para além disto, as startups terão acesso a potenciais investidores e à possibilidade de testar protótipos em instalações industriais. Este apoio não implica nenhum tipo de participação no capital da empresa nem cessão de direitos de propriedade intelectual por parte da Fundación Repsol.


Startups selecionadas

As propostas selecionadas destacam-se pelo seu grau de inovação no território da eficiência, digitalização, novos materiais no âmbito da mobilidade e na indústria energética e química.

As propostas selecionadas, provenientes de Espanha, Portugal e Estados Unidos são as seguintes.

Categoria Ideias:

• Orchestra - membranas seletivas al CO2 (Tarragona): membranas seletivas que separam o CO2 do resto de elementos em gases.

• Sensoy (Guipúzcoa): controlo digital da posição on/off de qualquer tipo de válvula manual.

Categoria Projetos:

• Fuelsave (Portugal): aplicação móvel para una condução segura e ecológica dirigida aos condutores profissionais de frotas de camiões, que ajuda a reduzir até 20% o consumo de combustível.

• Bulgeone (Cantabria): ferramenta online para prever e detetar em tempo real, possíveis fissuras ou deformações nas câmaras de coque nas refinarias.

• Finboot (Barcelona): aplicações de blockchain para uso empresarial de fácil acesso e escalável.

• Frac-Less O&G Well Stimulation (E.U.A.): sistema de melhoria da eficiência nas operações de exploração e produção.

• Venvirotech Biotechnology (Barcelona): tratamento de resíduos orgânicos e transformação em plásticos biodegradáveis graças à biotecnologia.

Recordamos que em 2017, duas das oito startups selecionadas foram portuguesas, a Inanoenergy, uma iniciativa de micro-geradores autónomos, e a C2C-NewCap, uma startup de fabricação de super-baterias.


Sobre o Fundo de Empreendedores

No âmbito do seu compromisso com um futuro energético mais sustentável, a Fundación Repsol lançou em 2011 o Fundo de Empreendedores, uma aceleradora de startups que tem o objetivo de promover o talento e apoiar as melhores soluções tecnológicas e sustentáveis no âmbito da indústria energética e da mobilidade avançada. Nas sete convocatórias realizadas, foram recebidas aproximadamente 3.000 propostas.

Desde o seu lançamento, foram aceleradas 43 startups, às quais se somam as sete novas iniciativas deste ano. O conjunto das empresas aceleradas obtiveram aproximadamente 16,5 milhões de euros de investimento público e privado, realizaram mais de 140 protótipos e faturaram 2 milhões de euros.

Em 2017 foram aceleradas 20 startups em diferentes convocatórias, que receberam uma contribuição total de mais de 1 milhão de euros. No programa foi dada formação específica e especializada e 360 horas de aconselhamento por projeto/ideia. Um dos principais ativos do Fundo de Empreendedores é a rede de mais de 70 orientadores com ampla experiência no âmbito empresarial, que junto com especialistas em empreendimento, aconselhamento legal, etc., orientam as equipas para que as suas inovações se tornem realidades de mercado no menor tempo possível.

autonews.pt @ 6-8-2018 14:26:00