Goodyear EAGLE F1 Asymmetric 6

O legado do Goodeyar EAGLE F1

O Goodyear Eagle F1 Asymmetric 6 é o mais recente membro de uma linha de pneus de ultraelevada performance (UHP) vencedora de troféus. Pode equipar um vasto leque de automóveis de alta performance, de hatchbaks compactos de altas prestações, a berlinas e coupés desportivos.

autonews.pt @ 18-8-2022 11:23:03

Juntamente com os recém-lançados pneus Eagle F1 SuperSport, SuperSport R e SuperSport RS, garante à Goodyear a sua gama mais ampla de sempre nos segmentos UHP e UUHP (ultra ultraelevada performance).

A génese e o legado

A marca Goodyear Eagle F1 presta homenagem ao incrível legado da empresa na Fórmula 1. Os pneus Goodeyar foram vistos pela primeira vez na F1 em 1964, e levaram Richie Ginther à vitória com a Honda no Grande prémio do México de 1965. Em 1966, eram a escolha de Campeões do Mundo, com Sir Jack Brabham a conquistar com o monologar que levava o seu nome o primeiro título mundial para a Goodyear.

A Goodyear venceu 368 Grandes Prémios e 26 Campeonatos de Construtores ao longo de 35 anos; um recorde que, ainda hoje, continua por bater. Ainda mais significativo, e por contraste com a era moderna, 28 dessas épocas contaram com uma competição aberta de pneus, forçando a Goodyear a desenvolver novas tecnologias contra as suas rivais em pista.

Em estrada, o emblemático superdesportivo McLaren F1, lançado em 1992, contava com pneus Goodyear Eagle F1 especificamente desenvolvidos, para gerir a potência de 620 cv debitada pelo seu motor V12 de 6,1 litros. O comunicado de imprensa original da McLaren destacava a importância do contributo da Goodyear: “Logo desde a conceção inicial do McLaren F1, os pneus foram considerados como um elemento intrínseco da suspensão no âmbito dos complexos cálculos de comportamento e conforto do programa. Peso, segurança, ruído e desempenho dinâmico foram todos fatores vitais”.

De exótico a abrangente

Em 1994, a gama Eagle F1 foi alargada para cobrir outros automóveis superdesportivos e desportivos, com o distintivo Eagle F1 GS-D2 (Grand Sport – Directional) e, mais tarde, o GS-D3. Os seus marcantes padrões direcionais tornaram-se nos grandes preferidos de condutores e preparadores de automóveis de alta performance, combinando um notável comportamento em piso seco com uma impressionante aderência em chuva.

De direcional a assimétrico

Em 2007, a gama Eagle F1 fez a sua mais dramática alteração de design, mudando do padrão direcional, que era a sua marca registada, para uma totalmente nova construção assimétrica.

Laurent Colantonio, Diretor de Tecnologia de Pneus Consumer na EMEA, entrou para a Goodyear no pico da era direcional do Eagle F1, um período em que os hatchback desportivos montavam jantes de 15”, e os superdesportivos recorriam a jantes de diâmetro mais pequeno do que o de alguns automóveis compactos de hoje em dia. E explica a razão para a transição para um design Assimétrico: “Os GS-D2 e GS-D3 estavam centrados na performance em piso molhado e na resistência ao aquaplaning. O distintivo padrão da banda de rolamento fez deles um autêntico avanço no mercado. Conferiu à Goodyear uma clara vantagem face à concorrência no segmento UHP”.

Na altura em que o Eagle F1 Asymmetric alcançou a sua terceira geração, em 2016, foram introduzidos novos elementos de design, tanto por questões de performance como ambientais, como explica Laurent Colantonio: “A introdução da etiquetagem de pneus da UE significo u que os consumidores passaram a considerar fatores como a resistência ao rolamento e o ruído, mesmo num automóvel de altas prestações. Conseguimos obter altas classificações na etiquetagem, ao mesmo tempo impulsionando a performance”.

A Goodyear orgulha-se de estar um passo à frente do mercado. Somente uns anos mais tarde, o novo Eagle F1 Asymmetric 5 tornou-se num vencedor habitual de testes, colecionando distinções como a classificação ‘exemplar’ atribuída pela Auto Bild sportscars em 20191. Tão recentemente como o ano passado, foi declarado Vencedor do Teste UHP pela Tyre Reviews2.

A história da gama Eagle F1 da Goodyear significa que essas vitórias em testes não são razão para complacência. No momento em que o teste da Tyre Reviews foi publicado, as versões finais de pré-produção do seu sucessor estavam já a ser preparadas.

Requisitos cambiantes, tempos cambiantes: o propósito do Asymmetric 6

O passo dado no sentido de um aumento da potência, do binário e do peso no sector dos automóveis de alta performance, acelerado pela mudança para a eletrificação, conduziu o desenvolvimento do novo Eagle F1 Asymmetric 6. Apresenta diversas inovações, caso de uma superfície de contacto adaptativa e de uma cavidade otimizada, que podem adaptar-se às variações de carga.

Todos os pneus da gama da Goodyear estão preparados para veículos elétricos (EV Ready), mas o Eagle F1 Asymmetric 6 foi especificamente concebido com os requisitos dos fabricantes de veículos elétricos em mente.

O seu padrão com cancelamento de ruído resulta numa redução de 1 dB, exibida na etiquetagem de pneus UE, enquanto que a sua nova tecnologia de compostos reduz a resistência ao rolamento, para ajudar a incrementar a autonomia elétrica3. O resultado é um pneu  que está preparado para a próxima geração da mobilidade.

Tal como os seus predecessores, o Eagle F1 Asymmetric 6 é, agora, um vencedor de testes. No início de 2022, as revistas alemãs Auto Motor und Sport e Auto Bild galardoaram, ambas, o pneu com vitórias nos seus testes de pneus de verão, enaltecendo a sua performance equilibrada em condições de piso seco e molhado4 5. As classificações ‘überragend’ (excecional) da Auto Motor und Sport, e ‘vorBildich’ (exemplar) da Auto Bild, sublinham as conclusões destas publicações de topo durante os seus extensivos testes.

A família Goodyear Eagle F1 inclui, agora, o Asymmetric 6, e os pneus UUHP Supersport, Supersport R e Supersport RS. Esta gama diversificada significa que a Goodyear pode satisfazer as necessidades especializadas de diferentes condutores de alto desempenho.

Em 2023, o Eagle F1 Asymmetric 6 estará disponível em não menos do que 65 medidas, para jantes de 17 a 22 polegadas. Como mostra evidente do espetacular progresso registado no design de veículos, a medida de jante de entrada na gama Asymmteric 6, para automóveis compactos de alta performance, é a mesma (17 polegadas) do superdesportivo McLaren F1, que definiu o género, há exatamente trinta anos atrás.

autonews.pt @ 18-8-2022 11:23:03


Clique aqui para ver mais sobre: Auto News, Mercado Automóvel e Novidades