Estreia mundial do Porsche Taycan

São mais 2 “Turbos” ... Elétricos

A Porsche apresentou ao público, com uma espetacular estreia mundial em simultâneo em três continentes, o seu primeiro automóvel desportivo totalmente elétrico. 

autonews.pt @ 6-9-2019 15:11:58

"O Taycan liga a nossa herança ao futuro. Leva para a frente a história de sucesso da nossa marca – uma marca que fascina e emociona pessoas por todo o mundo há mais de 70 anos," afirmou Oliver Blume, Presidente Executivo da Porsche AG, o qual abriu a estreia mundial em Berlim: "este dia marca o início de uma nova era."

A berlina desportiva de quatro portas é um conjunto único, combinando a típica performance Porsche e a conectividade com a versatilidade no dia-a-dia. Ao mesmo tempo, métodos de produção altamente avançados e as funcionalidades do Taycan definem novos padrões nos campos da sustentabilidade e digitalização.

 “Prometemos um verdadeiro Porsche para a era da mobilidade elétrica – um automóvel desportivo fascinante que não emociona apenas pela sua tecnologia e comportamento dinâmico, mas que também desperta paixão em todas as pessoas pelo mundo, tal como os seus lendários antecessores fizeram.”, destacou Michael Steiner, da pesquisa e desenvolvimento da Porsche-

Os primeiros modelos da gama são o Taycan Turbo S e o Taycan Turbo

São os líderes da Porsche E-Performance e os mais potentes modelos de produção que o construtor de automóveis desportivos tem na sua gama de produtos. Versões menos potentes destes modelos de tração integral surgirão ainda este ano.

A primeira derivação a ser adicionada será o Taycan Cross Turismo, no final do próximo ano. Em 2022, a Porsche terá investido mais de seis mil milhões de euros em mobilidade elétrica.

A performance encontra a eficiência


A versão de topo do Taycan, Turbo S, gera até 560 kW (761 cv) de potência em overboost em combinação com o Launch Control, e o Taycan Turbo chega até 500 kW (680 cv). O Taycan Turbo S acelera dos zero aos 100 km/h em 2,8 segundos, enquanto o Taycan Turbo completa esta prova em 3,2 segundos.

O Turbo S tem uma autonomia até 412 quilómetros e a versão Turbo uma autonomia até 450 quilómetros (de acordo com o ciclo WLTP em ambos os casos). A velocidade máxima de ambos os modelos de tração integral é de 260 km/h.

O Taycan é o primeiro veículo de produção com uma voltagem de 800 volts, ao invés dos habituais 400 volts para automóveis elétricos. Esta é uma vantagem particular para os condutores do Taycan: em apenas cinco minutos, a bateria pode ser recarregada através de corrente contínua (DC) a partir das estações de carregamento da rede de alta potência para uma autonomia até 100 quilómetros (de acordo com o ciclo WLTP).

O tempo para carregamento de cinco a 80 por cento SoC (state of charge) é de 22,5 minutos, em condições ideais de carregamento, e a potência máxima de carregamento (pico) é de 270 kW. A capacidade da Bateria Performance Plus é de 93,4 kWh.

Os condutores do Taycan podem carregar os seus automóveis confortavelmente em casa até 11 kW em corrente alternada (AC).

O Porsche Taycan Turbo S e o Porsche Taycan Turbo já estão disponíveis para encomenda e custam 192,661 euros e 158,221 euros, respetivamente, incluindo impostos em vigor à data deste comunicado.

Design exterior puro com ADN Porsche

Com o seu design sóbrio e puro, o Taycan assinala o início de uma nova era. Ao mesmo tempo, retém o inconfundível ADN do design Porsche. A partir da dianteira, parece particularmente largo e plano com os guarda-lamas bem vincados. A silhueta é moldada pela linha de tejadilho desportiva e descendente em direção à traseira.

As secções laterais esculpidas são também caraterísticas. O elegante habitáculo, o pilar C alongado e os ombros pronunciados resultam numa traseira marcante, típica da marca. Há também elementos inovadores como o logótipo Porsche com efeito de vidro, o qual foi integrado na faixa de luz traseira.

Com um valor Cx de 0,22, as formas aerodinamicamente otimizadas contribuem significativamente para o baixo consumo de energia e elevada autonomia.

Design interior único com um generoso ecrã


O habitáculo assinala o início de uma nova era com a sua estrutura clara e uma arquitetura completamente nova. O painel de instrumentos flutuante e curvo é o ponto mais alto do tablier. Isto coloca-o claramente no eixo de visão do condutor.

O ecrã do sistema de Infoentretenimento com 10.9” e o opcional ecrã para o passageiro são combinados para formar uma faixa integrada em vidro com o visual de um painel em preto. Todas as interfaces de utilizador foram completamente redesenhadas para o Taycan.

O número de controlos físicos clássicos como botões e interruptores foi consideravelmente reduzido. Por outro lado, o controlo é inteligente e intuitivo – usando os controlos táteis ou a função de controlo por voz, a qual responde ao comando “Hey Porsche”.

Com o Taycan, a Porsche oferece, pela primeira vez, um interior sem pele. Os interiores feitos a partir de um inovador material reciclado sublinham o conceito sustentável deste automóvel desportivo elétrico. “Garagens para os pés” – reentrâncias na bateria no espaço traseiro para os pés – garantem uma posição confortável atrás e permitem a típica reduzida altura dos automóveis desportivos. Estão disponíveis dois compartimentos para bagagens: o dianteiro tem uma capacidade de 81 litros e o traseiro de 366 litros.

Motores inovadores e uma transmissão de duas velocidades

O Taycan Turbo S e o Taycan Turbo têm dois excecionalmente eficientes motores elétricos, um no eixo dianteiro e outro no eixo traseiro, o que resulta em tração integral. Tanto a potência como a autonomia beneficiam da elevada eficiência dos motores de síncronos permanentes. O motor elétrico, a transmissão e o inversor são combinados num compacto conjunto motriz. Os módulos têm a mais elevada densidade energética (kW por litro de espaço de arrumação) de todos os conjuntos motrizes elétricos disponíveis no mercado nos dias de hoje.

Uma caraterística especial dos motores elétricos é a utilização do design "hairpin winding”. Esta tecnologia torna possível incorporar uma maior quantidade de cobre no estator, aumento a potência e o binário, mantendo o volume global do motor.

A transmissão de duas velocidades instalada no eixo traseiro é uma inovação desenvolvida pela Porsche. A primeira velocidade oferece ao Taycan uma aceleração ainda maior a partir da posição estática, enquanto a segunda velocidade, com uma relação mais longa, assegura uma elevada eficiência e reservas de potência. Isto aplica-se também a altas velocidades.

Sistemas de chassis ligados centralmente

A Porsche utiliza um sistema de controlo do chassis ligado centralmente. O Porsche 4D Chassis Control analisa e sincroniza todos os sistemas de chassis em tempo real. Os inovadores sistemas de chassis incluem suspensão adaptativa com tecnologia de três câmaras incluindo controlo eletrónico do amortecimento PASM (Porsche Active Suspension Management), assim como sistema de estabilização eletromecânica da carroçaria Porsche Dynamic Chassis Control Sport (PDCC Sport) incluindo Porsche Torque Vectoring Plus (PTV Plus).

O sistema de controlo da tração integral com dois motores elétricos e o sistema de recuperação da energia são únicos. Até 265 kW, a potencial recuperação de energia é significativamente mais elevada do que a dos concorrentes.

Os testes de condução demonstraram que aproximadamente 90 por cento da travagem no dia-a-dia é efetuada apenas pelos motores elétricos – sem ativação dos travões hidráulicos das rodas.

O perfil dos diferentes modos de condução segue a mesma filosofia dos outros modelos Porsche. Isto é complementado por definições especiais que possibilitam uma ótima utilização da energia puramente elétrica. Estão disponíveis quatro modos de condução: “Range”, “Normal”, “Sport” e “Sport Plus”. Adicionalmente, os sistemas podem ser configurados em separado através do modo “Individual”.

Estreia mundial em três continentes ao mesmo tempo

CONSUMOS:

Taycan Turbo S: consumo de eletricidade em combinado 26,9 kWh/100 km; emissões de CO2 em combinado 0 g/km

Taycan Turbo: consumo de eletricidade em combinado 26,0 kWh/100 km; emissões de CO2 em combinado 0 g/km

autonews.pt @ 6-9-2019 15:11:58

Galeria de fotos