Hoje inaugurou o AutoClássico Porto 2013 com 30.000m2 e 200 expositores internacionais

Quatro aniversários de modelos míticos, duas apresentações em exclusivo de veículos excepcionais, um concurso de elegância, o leilão de veículos e o Motorshow. São motivos suficientes para que os aficionados regressem ao Porto.

@ 4-10-2013 16:04:29

Dia quatro, pelas 15 horas, abrir-se-ão as portas do recinto da Exponor para mais uma edição do AutoClássico e para que os aficionados, sobretudo espanhóis e portugueses, desfrutem da maior feira do veículo clássico e de colecção da Península Ibérica. Os visitantes contam com 30.000 m2 de exposição divididos por 5 pavilhões e um mercado de peças de 7.000 m2. Nesta XI edição entre as muitas atracções que o Autoclássico oferece ao público, há um stand com 1000 m2 dedicados a uma empresa alemã – Porsche – para celebrar os 50 anos do seu modelo estrela: 0 911. O Centro Porsche Porto e o Porsche Clube Portugal expõem 50 modelos, desde o primitivo 901 ( primeira designação do 911) aos potentíssimos RSR. Quase todas as versões estão presentes este ano, incluindo o recém apresentado 991 Turbo.
A celebrar meio século, a marca Lamborghini e o modelo Pagoda da Mercedes contam com dois stands dedicados a cada um deles. No caso do stand da Lamborghini estarão presentes seis modelos, desde o Miura, um Diablo até ao último Gallardo Superleggera. Como se de uma máquina do tempo se tratasse o PegasoBS2 Especial Saoutchik volta a estar exposto depois de uma temporada ausente. Aquele que é conhecido como o canto do cisne dos Pegaso carroçados por Saoutchick terá a sua reaparição, hoje, no stand do restaurador de Vigo, Juan Lumbreras . Outro veículo excepcional que se encontra aqui no Porto é o exemplar único do Excelsior Albert I de 1928, que acaba de ser reconstruído por Lino Rodrigues & Silva Lda.

Muito mais potentes, são os Corvettes presentes para celebrar os 60 anos de vida do desportivo da Chevrolet, que já vai na sua 7ª série. Desenhado pelo genial Harley Earl como um protótipo para o Motorama Auto Show de Nova York de 1953, gerou tanto interesse que a GM decidiu produzi-lo em série, tendo já passado seis décadas.

Amanhã sábado, a cargo da Leilocar realizar-se-á um leilão de veículos clássicos e automóveis, os quais mediante a sua divisão Old Times oferecerão aos interessados mais de 150 veículos. No domingo, em colaboração com a revista portuguesa “ Topos & Clássicos” organizar-se-á um concurso para eleger o melhor carro do salão. Entre as actividades paralelas inclui-se o XI Motorshow, que também começou  hoje  a “ queimar borracha”. Trata-se do maior espectáculo automobilístico indoor de Portugal com mais de uma centena de pilotos e veículos participantes nas provas e exibições programadas ao longo destes três dias.

@ 4-10-2013 16:04:29