Ford regista patente de carro que integra uma moto eléctrica

A busca pelo veículo multimodal mais completo é o actual grande desafio dos construtores de automóveis. Meter uma moto dentro de um carro não é uma ideia original. Original mesmo é registar uma patente para isso.

autonews.pt @ 10-5-2018 16:28:23

A Ford acaba de registar uma patente de um automóvel que também é uma moto, ou vice-versa, já que ambos se integram. 

Resolver dois dos maiores problemas da mobilidade com um só veículo é o grande desafio da era moderna. Conforto nas longas distâncias e elevada mobilidade nos centros urbanos é a maior ambição de quem tem que enfrentar o trânsito no seu dia-a-dia. Por isso a Ford, nesta sua patente, integra o melhor de dois mundos.

A ideia consiste, especificamente, num veículo que compreende um automóvel de passageiros e um motociclo equipado com um motor eléctrico, autónomo, que pode ser desligado do automóvel, manobra que é feita pela abertura de uma grande porta frontal do automóvel.

O motociclo eléctrico é integrado entre os dois assentos dianteiros do automóvel, e contém uma parte substancial da sua consola, que o acompanha quando este é separado. Para o efeito, existe um sistema que faz o acoplamento dos dois veículos e bloqueia o motociclo quando este estiver inserido no automóvel.

Tal como descrito no pedido de registo da patente no “U.S. Patent & Trademark Office”, as dificuldades de deslocação e estacionamento nos grandes centros urbanos, a par com as restrições ambientais que aos poucos vão impedindo os veículos de combustão interna de circular nas principais cidades, fazem com que a integração de um motociclo elétrico num automóvel seja uma boa solução. Dessa forma, o automóvel pode ser conduzido desde os arredores até a uma zona de estacionamento limítrofe, podendo o motociclo ser utilizado daí em diante até ao destino final.

O pedido de patente ainda acrescenta que o motociclo possui um motor eléctrico dedicado, e ambos os veículos podem ser usados de forma independente. A bateria do motociclo pode ainda ser ligada à bateria do automóvel, ou ao seu sistema híbrido, e ser carregada em simultâneo, bem como de forma independente.

O sistema de “infotainment” fará parte integrante do motociclo, posicionando-se no centro da consola central do automóvel quando ambos os veículos estão conjugados. 

Claro que se trata apenas do registo de uma patente, e não há, por parte do fabricante, nenhum indício de que esta ideia venha a ser posta em prática, mas não deixa de ser interessante constatar que os fabricantes de automóveis estão a pensar nas motos como solução de futuro. Aparte, é interessante imaginar que, no futuro, podemos vir a ter uma garagem móvel para guardar as nossas motos!

autonews.pt @ 10-5-2018 16:28:23