Aumento da sinistralidade rodoviária grave em Portugal é alarmante

Os dados da sinistralidade rodoviária registados no primeiro semestre de 2017 são preocupantes, nomeadamente no que respeita à sinistralidade grave, da qual resultam vítimas mortais e feridos graves.

Auto News @ 7-7-2017 17:46:04

Tendo em conta estes dados, a PRP - Prevenção Rodoviária Portuguesa faz um apelo muito sério a todos os utentes da estrada, condutores de veículos automóveis, motociclistas e ciclomotoristas, ciclistas, peões e passageiros dos diversos tipos de veículos, jovens e idosos, homens e mulheres, para adoptarem os seus comportamentos às exigências de segurança, colaborando uns com os outros, tornando a estrada um local de convivência cívica exemplar, nomeadamente no período de férias de verão que agorase aproxima.

Na realidade, enquanto o aumento do número de feridos leves é muito reduzido (+ 0,5%), os feridos graves aumentaram 5,2% e as vítimas mortais (no local do acidente até à hora da entrada no hospital) apresentaram um aumento brutal de 22,8%.

Segundo José Miguel Trigoso, presidente da Prevenção Rodoviária Portuguesa, “o aumento da gravidade de acidentes rodoviários está normalmente associado a fatores como velocidades de embate mais elevadas, maior prevalência de utentes vulneráveis acidentados (peões ou condutores de veículos de 2 rodas) ou a um maior número de ocupantes nos veículos acidentados. No entanto, neste momento, ainda não estão disponíveis nenhuns dados que permitam caracterizar este aumento brutal da sinistralidade grave."

Assim, a Prevenção Rodoviária Portuguesa apela à adoção de comportamentos seguros e recomenda:

Como condutor:

  • Se conduzir, não beba;
  • Circule a uma velocidade que lhe permita parar sempre que necessário no espaço livre visível à sua frente;
  • Agarre a vida, largue o telemóvel;
  • Se sentir sono, pare e descanse no primeiro lugar seguro que encontrar;
  • Dê sempre prioridade aos peões nas passadeiras e ao mudar de direção;
  • Garanta distâncias de segurança aos ciclistas;
  • Respeite a sinalização (semafórica, STOP, cedência de passagem, …);
  • Use sempre o cinto de segurança e assegure-se que todos os ocupantes do veículo estão com os cintos de segurança e/ou sistemas de retenção de crianças devidamente bem colocados;
  • Só ultrapasse quando tiver a certeza de que o pode fazer em segurança;

Como peão:

  • Certifique-se que vê e é visto, utilizando materiais retrorrefletores durante a noite;
  • Atravesse sempre nas passadeiras, quando existirem a menos de 50 metros ;
  • Antes de atravessar, pare e olhe, estabelecendo contacto visual com os condutores que se aproximam;
  • Circule pela esquerda, de frente para os veículos;
  • Nunca atravesse com o sinal vermelho para os peões, nomeadamente na presença de crianças;

Como ciclista:

  • Não circule a par nas vias com distâncias de visibilidade reduzida ou com intensidade de tráfego;
  • Nunca desrespeite a sinalização (semafórica, STOP, cedência de passagem, …);
  • Use capacete de proteção que, mesmo não sendo obrigatório, protege em caso de queda;
  • Não circule pelos passeios;
  • Certifique-se que é visto, utilizando iluminação e materiais retrorrefletores durante a noite.

Auto News @ 7-7-2017 17:46:04



Últimas notícias